'Quer que eu pague ração pra ema?', diz Bolsonaro sobre gastos em cartão corporativo

Publicado sexta-feira, 26 de novembro de 2021 às 11:48 h | Atualizado em 26/11/2021, 11:51 | Autor: Da Redação

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a comentar sobre os questionamentos feitos sobre as compras milionárias no cartão corporativo do Planalto e justicou que animais e lagos existentes no Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência da República são uma das fontes dos gastos.

"Tem umas 50 emas aqui. Você quer que eu pague do meu salário a ração para elas? Vai no cartão corporativo. [Também] tem um lago lá em baixo com uns peixes", disse Bolsonaro na saída da Alvorada, em vídeo publicado pelo canal Foco do Brasil, no YouTube.

Bolsonaro também citou que, no Palácio da Alvorada, há cerca de 150 funcionários e 200 militares, sendo que estes últimos trabalham cuidando da segurança dele, o que demanda gastos com pessoal. "Eu sou um alvo", pontuou.

"Querem que eu pague (despesas) com meu salário? Eu pago", disse, afirmando que as discussões sobre os gastos são feitas "na maldade".

O presidente Jair Bolsonaro aumentou os gastos com o cartão corporativo em 70%, se comparado com 2018. Só em 2021 já foram gastos 15,2 milhões de reais, de acordo com o Portal da Transparência. Em 2018 o montante acumulado era R$ 8,9 milhões em 11 meses. Os valores ultrapassam os do seu antecessor, Michel Temer, e são maiores também do que o último ano da presidente Dilma Roussef, que também mantinham gastos com Palácio da Alvorada.

Publicações relacionadas