Rui Costa lamenta morte de soldado e defende atuação da PM no caso

Publicado segunda-feira, 29 de março de 2021 às 17:48 h | Atualizado em 29/03/2021, 17:50 | Autor: Da Redação

O governador Rui Costa defendeu o trabalho dos policiais envolvidos na operação que resultou na morte do soldado da PM Wesley Soares, alvejado depois de disparar diversos tiros de fuzil para cima no Farol da Barra, e depois contra a equipe do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope). O chefe do Executivo estadual também se solidarizou com os familiares do policial morto.

"Quero lamentar profundamente o fato ocorrido neste domingo e ao mesmo tempo manifestar meus sentimentos à família do policial envolvido. Também quero estender minha solidariedade a todos os policiais que participaram da operação e colocaram suas vidas em risco", declarou Rui, em vídeo publicado nas redes sociais.

Em seguida, o governador mais uma vez disse ser vítima do "ódio, da mentira e da calúnia". "O final de semana foi de ataque a mim e a governadores e prefeitos do Brasil inteiro. Se alguém acha que vai nos intimidar distribuindo mentira, calúnia, difamação, está muito enganado. Reafirmo meu compromisso com o enfrentamento da pandemia e com a saúde e a vida dos baianos e baianas. Continuaremos lutando dia após dia por mais vacina. Vacina para policiais militares e civis, para guardas municipais e para os trabalhadores da educação. Vamos continuar trabalhando pela paz em nosso país, pelo desenvolvimento, pela harmonia e pelo respeito às leis e à Constituição", encerrou.

Publicações relacionadas