adblock ativo

Twitter remove posts onde Malafaia compara vacina a infanticídio

Protestos de usuários deixaram a hashtag #DerrubaMalafaia entre os assuntos mais comentados da plataforma

Publicado terça-feira, 11 de janeiro de 2022 às 10:50 h | Atualizado em 11/01/2022, 12:42 | Autor: Da Redação*
O pastor, é alinhado ideologicamente com o presidente Jair Bolsonaro (PL), que também tem posição contrária à vacinação em crianças
O pastor, é alinhado ideologicamente com o presidente Jair Bolsonaro (PL), que também tem posição contrária à vacinação em crianças -
adblock ativo

Uma publicação do pastor Silas Malafaia, da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, que relacionava a vacinação de crianças contra a covid com ‘infanticídio’ foi removida pelo Twitter na noite desta segunda-feira, 10. 

O posicionamento da plataforma, ocorreu após usuários levarem a hashtag #DerrubaMalafaia para os assuntos mais comentados da rede com mais de 16 mil menções. Além disso, outras 11 publicações do pastor também foram removidas.

A postagem de Malafaia justificava não haver motivos para vacinar crianças contra covid-19. “Vacinar crianças é um verdadeiro infanticídio. Os números provam que não há necessidade de fazer isso”, declarou o pastor, que é ideologicamente alinhado com o presidente Jair Bolsonaro (PL).

O post gerou pressão para que o Twitter colocasse em prática as regras de política da plataforma. A rede tem assumido o centro de um debate sobre desinformação e liberdade de expressão na internet, sendo cobrada a tomar atitudes contra perfis que contestam a eficácia e segurança dos imunizantes.

adblock ativo

Publicações relacionadas