Vereador atribui abortos a ‘sexo desordenado’ | A TARDE
Atarde > Política

Vereador atribui abortos a ‘sexo desordenado’

Tema foi debatido durante sessão ordinária da CMS nesta terça-feira, 26

Publicado terça-feira, 26 de setembro de 2023 às 17:53 h | Atualizado em 26/09/2023, 18:56 | Autor: Gabriela Araújo
Imagem ilustrativa da imagem Vereador atribui abortos a ‘sexo desordenado’
-

A pauta sobre a descriminalização do aborto, que está sendo julgada no Supremo Tribunal Federal (STF), chegou à Câmara Municipal de Salvador (CMS), na tarde desta terça-feira, 26.

Durante a 65ª sessão ordinária, o plenário Cosme de Farias foi palco do intenso debate sobre o assunto, iniciado pela líder da oposição, a co-vereadora Laina Crisóstomo (PSOL). Ao Portal A TARDE, a socialista defendeu a descriminalização do aborto como medida para diminuir as mortes de mulheres negras no país.

“Criminalizar não impede que as pessoas façam. […]. A descriminalização do aborto não aumenta aborto, pelo contrário, diminui, porque existe mais diálogo, existem opções que são menos letais. […]. Quando mulheres fazem aborto clandestinos muitos perdem o útero”, disse a co-vereadora, que faz parte do mandato coletivo “Pretas por Salvador”.

No púlpito da Casa, a socialista saiu em defesa do tema, causando contrariedade aos vereadores Átila do Congo (Patriota) e Ricardo Almeida (PSC).

O Patriota, por sua vez, atribuiu o “sexo desordenado” como o fator crucial para mulheres optarem pelo aborto.

“Uma coisa é uma pessoa estuprada, outra coisa é ficar transando desenfreadamente, parir todo ano. […]. Eu acho isso (descriminalização do aborto) o cúmulo do absurdo se a sociedade se voltar a isso”, disse Átila.

Confira:


Na oportunidade, também houve um breve bate-boca entre o vereador Ricardo Almeida (PSC) e a líder da oposição, Laina, após o parlamentar afirmar ser “pró-vida”.

Veja:

Publicações relacionadas

MAIS LIDAS