adblock ativo

Zuleido ainda não começou a depor

Publicado terça-feira, 29 de abril de 2008 às 10:38 h | Atualizado em 29/04/2008, 13:36 | Autor: A Tarde On Line*
adblock ativo

O dono da construtora Gautama, Zuleido Veras, chegou a sede da Polícia Federal (PF), em Água de Meninos, e espera ser chamada para depor. Zuleido é acusado de chefiar uma quadrilha que fraudava licitações em vários estados do país. O esquema foi descoberta pela Operação Navalha da PF, em maio do ano passado.

Zuleido chegou às 9h20 desta terça-feira, 29, e, ao contrário do que era esperado, entrou pela porta da frente do prédio. Sem dar entrevista e acompanhado do advogado, o empresário seguiu para a sala de imprensa da PF, onde aguarda o depoimento de dois funcionário da Gautama, responsáveis por fazer o pagamento de propina.

O gerente financeiro da construtora, Gil Jacó, já prestou depoimento, o que durou cerca de meia hora, e agora, Florêncio Melo é ouvido. Assim como Zuleido, eles podem não responder aos questionamentos, já que possuem habeas corpus. Eles são obrigados apenas a comparecer ao depoimento e ouvir as perguntas dos deputados da Assembléia Legislativa do Distrito Federal, que investigam o caso. Pela duração do depoimento de Gil, acredita-se que ele não tenha colaborado. A previsão é que Zuleido demore mais tempo.

*Com informações de Regina Bochicchio

adblock ativo

Publicações relacionadas