Homem é preso por vender atestados falsos em Conquista

Denúncia foi feita por médico que teve a assinatura falsificada por técnico de enfermagem

Publicado quinta-feira, 24 de março de 2022 às 08:02 h | Atualizado em 24/03/2022, 08:02 | Autor: Da Redação
Polícia encontrou também com técnico de enfermagem muitos outros atestados médicos falsificados e uma grande quantidade de medicamentos controlados que são de uso exclusivo de pacientes de UTI
Polícia encontrou também com técnico de enfermagem muitos outros atestados médicos falsificados e uma grande quantidade de medicamentos controlados que são de uso exclusivo de pacientes de UTI -

Dois homens foram detidos nesta quarta-feira, 23, em Vitória da Conquista, por suspeita de venda de atestados médicos falsos: um técnico de enfermagem e o comprador do atestado.

A denúncia foi feita pelo médico que teve a assinatura falsificada nos documentos, que foi sondado por donos de uma fábrica sobre o estado de saúde de um dos seus funcionários. O médico se deu conta que não havia feito atestado para o funcionário da fábrica, como os empresários haviam lhe dito, e ligou para a polícia.

As investigações constataram que o funcionário havia comprado o atestado médico com assinatura falsificada, e que este foi vendido por um técnico de enfermagem que trabalha em UTIs de dois grandes hospitais de Vitória da Conquista. 

A polícia encontrou também com o profissional de saúde muitos outros atestados médicos falsificados e uma grande quantidade de medicamentos controlados que são de uso exclusivo de pacientes de UTI. O técnico de enfermagem negou que os medicamentos seriam vendidos e justificou que o uso seria para sua mãe. A Delegacia de Furtos e Roubos da cidade do Sudoeste Baiano abriu inquérito para investigar o caso.

Publicações relacionadas