Colbert atrasa salários de cuidadores de crianças especiais em Feira | A TARDE
Atarde > portal municípios > Centro Norte Baiano

Colbert atrasa salários de cuidadores de crianças especiais em Feira

Parlamentar afirmou que problema é pelo impasse entre Prefeitura e a empresa responsável pelos contratos

Publicado terça-feira, 28 de novembro de 2023 às 14:46 h | Autor: Da Redação
Colbert Martins diz que fez pagamento, porém empresa alega que não recebeu valor
Colbert Martins diz que fez pagamento, porém empresa alega que não recebeu valor -

Servidores da Prefeitura de Feira de Santana, entre eles cuidadores de crianças com deficiência, sofrem com atraso de salários. O vereador Luiz da Feira (Avante), denunciou o fato e disse que existe impasse entre a Prefeitura, na gestão de Colbert Martins (MDB), e a empresa de nome ADM, responsável pelos contratados para prestar o serviço nas creches do Município: 

“Estão há dois meses sem receber. O prefeito fala que pagou, a empresa alega que não recebeu. E nisto, estes funcionários que realizam um trabalho tão importante, ficam sem salário. Já não basta o que estão passando os profissionais de saúde?”.

Jhonatas Monteiro (PSOL) lembrou que mães de crianças autistas chegaram a ocupar a Secretaria Municipal de Saúde em busca de resposta da gestão. “É difícil de entender ou justificar, já que, sem receber seus salários, essas cuidadoras terão dificuldade em prestar o atendimento adequado a crianças com deficiência ou com algum tipo de transtorno”, observou. “Como essas pessoas vão cuidar da saúde da população, se não são bem cuidadas pela gestão municipal?”, indagou o vereador.

Enfermeiros sem piso

Enquanto instituições  como o Hospital Estadual da Criança (HEC) e Hospital Dom Pedro de Alcântara (HDPA) já efetuaram o pagamento do novo piso da enfermagem aos servidores, a Prefeitura de Feira de Santana ainda não se posicionou sobre o repasse do valor aos servidores que atuam na rede municipal de saúde. A reclamação foi feita nesta terça-feira, 28, na Câmara Municipal por alguns parlamentares. Eles voltaram a cobrar que o prefeito Colbert Martins efetue o pagamento.

Publicações relacionadas