Menu
Pesquisa
Pesquisa
Busca interna do iBahia
HOME > portal municípios > CENTRO SUL BAIANO
Ouvir Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no Facebook Compartilhar no X Compartilhar no Email
22/08/2022 às 7:10 - há XX semanas | Autor: Da Redação

CRIME AMBIENTAL

PRF flagra pássaros transportados de forma irregular dentro de mochila

Animais estavam presos em gaiolas, de forma precária

Aves foram encaminhadas ao órgão ambiental CETAS, onde receberam os primeiros cuidados antes de serem devolvidos a natureza
Aves foram encaminhadas ao órgão ambiental CETAS, onde receberam os primeiros cuidados antes de serem devolvidos a natureza -

Policiais rodoviários federais resgataram nove aves silvestres, neste domingo, 21, em trecho do município de Vitória da Conquista, sudoeste da Bahia. Os flagrantes foram em frente a unidade operacional da PRF.

Ao abordarem três ônibus em momentos distintos, os policiais avistaram os animais presos em gaiolas, de forma precária sem os cuidados necessários.

Na primeira ocorrência foram resgatados quatro aves que estavam aprisionadas dentro de uma mochila. Os pássaros conhecidos como trinca-ferro, bicudo e papa-capim seriam levados para a cidade de Maracani (BA). Um idoso de 66 anos foi identificado como responsável pelo transporte ilegal dos animais.

Já no segundo flagrante, durante abordagem a um ônibus que seguia de São Paulo (SP) com destino a Patos (PB), os PRFs encontraram três canários da terra que estavam aprisionados em uma gaiola e escondidos dentro de uma mochila.

O responsável pelas aves, um homem de 33 anos, não apresentou nenhuma documentação emitida por órgãos ambientais e informou que comprou os pássaros na cidade de Boituba (SP) e que pagou 300 reais. Disse ainda que pretendia soltar os animais em seu sítio localizado na zona rural de Imaculada (PB).

Por fim, foram resgatados dois trinca-ferro que estavam com um passageiro de ônibus. Os pássaros foram encontrados dentro de uma bolsa e estavam em condição precária. O homem disse que pagou R$ 300 pelas aves e que levaria para a cidade de Malhador (SE) a fim de presentear seu pai.

Foram lavrados os Termos Circunstanciado de Ocorrência (TCO), e os infratores vão responder na Justiça por crime contra o meio ambiente previsto na Lei 9.605/98.

As aves foram encaminhadas ao órgão ambiental CETAS, onde receberão os primeiros cuidados para depois serem devolvidos a natureza.

É bom lembrar que é crime a caça predatória, o tráfico e a criação ilegal de animais silvestres. As penas para estes crimes ambientais são de multa de até R$ 5 mil, por animal encontrado irregularmente, e até um ano e seis meses de prisão.

Assuntos relacionados

agentes flagra pássaros PRF-BA transporte irregular

Compartilhe essa notícia com seus amigos

Compartilhar no Email Compartilhar no X Compartilhar no Facebook Compartilhar no Whatsapp

Tags:

agentes flagra pássaros PRF-BA transporte irregular

Cidadão Repórter

Contribua para o portal com vídeos, áudios e textos sobre o que está acontecendo em seu bairro

ACESSAR

Assuntos relacionados

agentes flagra pássaros PRF-BA transporte irregular

Publicações Relacionadas

A tarde play
Aves foram encaminhadas ao órgão ambiental CETAS, onde receberam os primeiros cuidados antes de serem devolvidos a natureza
Play

Prefeito de Nova Canaã é vaiado durante evento

Aves foram encaminhadas ao órgão ambiental CETAS, onde receberam os primeiros cuidados antes de serem devolvidos a natureza
Play

Denúncia aponta máquinas públicas de Jequié usadas em outro município

Aves foram encaminhadas ao órgão ambiental CETAS, onde receberam os primeiros cuidados antes de serem devolvidos a natureza
Play

Prefeitura de Jequié não cumpre piso e agentes questionam R$ 10 mi para São João

Aves foram encaminhadas ao órgão ambiental CETAS, onde receberam os primeiros cuidados antes de serem devolvidos a natureza
Play

Estradas precárias e problemas estruturais afetam alunos no Capão

x

Assine nossa newsletter e receba conteúdos especiais sobre a Bahia

Selecione abaixo temas de sua preferência e receba notificações personalizadas

BAHIA BBB 2024 CULTURA ECONOMIA ENTRETENIMENTO ESPORTES MUNICÍPIOS MÚSICA POLÍTICA