Jovens criam ferramenta para amenizar desperdício de alimentos

Ferramente incentiva a reutilização de materiais evitando descarte de maneira indevida

Publicado segunda-feira, 28 de março de 2022 às 11:04 h | Atualizado em 28/03/2022, 11:04 | Autor: Da Redação
Projeto foi desenvolvido pelas três alunas do primeiro ano do ensino médio do Colégio Estadual Aldemiro Vilas Boas
Projeto foi desenvolvido pelas três alunas do primeiro ano do ensino médio do Colégio Estadual Aldemiro Vilas Boas -

Mais de 931 milhões de toneladas de alimentos são desperdiçadas por ano. Este dado alarmante incentivou que duas jovens da cidade de São Miguel das Matas, no interior baiano, criassem uma ferramenta para incentivar a reutilização desses materiais evitando o descarte de maneira indevida. Amanda Andrade e Maiane Fagundes, alunas do primeiro ano do ensino médio do Colégio Estadual Aldemiro Vilas Boas, desenvolveram o projeto Inovar para Transformar.

O objetivo do trabalho, que é orientado pela professora Sheyse Fagundes, é apresentar sugestões de como fazer a reutilização dos materiais através do desenvolvimento de um adubo orgânico e uma horta. 

O projeto foi tomando forma após questionários aplicados à população, bem como buscas por tipos de compostagens que pudessem ser utilizadas de forma simples para fazer adubo. 

O projeto, desenvolvido no âmbito do Programa Ciência na Escola, da Secretaria de Educação, faz parte dos selecionados na 9ª Feira de Ciência, Empreendedorismo e Inovação da Bahia (Feciba). O trabalho também tem o intuito de mostrar a importância da reciclagem de produtos orgânicos e não orgânicos.

Publicações relacionadas