'Mulher negra de alma branca', diz marido de prefeita contra vereadora | A TARDE
Atarde > Portal Municípios > Recôncavo Baiano

'Mulher negra de alma branca', diz marido de prefeita contra vereadora

Josmar Barbosa, que também é vereador, ainda chamou a parlamentar de "serviçal de coroné"

Publicado sexta-feira, 01 de setembro de 2023 às 18:37 h | Atualizado em 01/09/2023, 19:58 | Autor: Da Redação
Vereadora de Cachoeira, Adriana Silva (Podemos)
Vereadora de Cachoeira, Adriana Silva (Podemos) -

O vereador de Cachoeira, Josmar Barbosa (Republicanos), proferiu ataques machistas e racistas à sua colega de parlamento, Adriana Silva (Podemos). Em um vídeo que circula nas redes sociais, o parlamentar se referiu a Adriana como “uma mulher negra de alma branca, serviçal de coroné”. 

“A vereadora realmente é uma mulher negra, que nasceu na periferia, mas uma mulher negra de alma branca, serviçal de coroné e que fala aqui o que mandam”, esbravejou Josmar, que é marido da prefeita do município, Eliana Gonzaga (Republicanos).

Em resposta, a vereadora Adriana Silva repudiou as falas do parlamentar e afirmou que o “mesmo vereador atacou outra mulher em uma oportunidade anterior”. 

“Tais declarações são completamente inaceitáveis e contrárias aos princípios fundamentais de igualdade e do respeito. Sou uma mulher negra, filha de uma mulher negra, originária de um bairro periférico e de escola pública. Foi na escola que aprendi a ser uma mulher crítica e reflexiva, e por isso repudio o comentário maldoso e machista do vereador”, disse a edil. 

Segundo Adriana, as declarações de cunho racista e machista do seu colega representam uma tentativa de defender a prefeita da cidade. A vereadora avalia que a gestão de Gonzaga tem levado a cidade ao “caos”. Na oportunidade, ela citou algumas possíveis irregularidades cometidas pela chefe do Executivo municipal. 

“Este governo retirou dinheiro da cultura para pagar dívidas da gestão", iniciou. "Está fazendo a reforma das casas totalmente desordenada, sem planejamento adequado; ainda não concedeu o ajuste salarial dos servidores municipais, não pagou às empresas prestadoras de serviço; não tem realizado corretamente a coleta de lixo; as comunidades rurais estão desassistidas; destruiu a padaria da Escola Maria Raimunda, que fornecia 10 pães por dia para cada estudante", comentou a vereadora.

"Todo esse caos sendo debatido na Câmara de Vereadores está incomodando o marido da prefeita, que chegou a esse extremo de ser machista e racista numa cidade como Cachoeira e abomina esse tipo de atitude”, desabafou Adriana.

Veja vídeo: 

  

Publicações relacionadas

MAIS LIDAS