Cirurgião plástico é denunciado após complicações em procedimentos | A TARDE
Atarde > Portal Municípios > Sul Baiano

Cirurgião plástico é denunciado após complicações em procedimentos

Pacientes relataram que cirurgias eram realizadas em maca de dentista e sem sedativo

Publicado sexta-feira, 24 de março de 2023 às 12:23 h | Atualizado em 24/03/2023, 12:54 | Autor: Da Redação
Procedimentos ocorreram em uma clínica no município de Itabuna, sul da Bahia
Procedimentos ocorreram em uma clínica no município de Itabuna, sul da Bahia -

Pacientes denunciam o cirurgião plástico Rossini Tebaldi Ruback como responsável por complicações pós-operatórias e deformidades corporais, após cirurgias. Os procedimentos, que aconteciam em estruturas inadequadas, como macas de dentista, teriam sido feitos em um clínica no município de Itabuna, Sul da Bahia.

Segundo o Conselho Regional de Medicina do Estado da Bahia (Cremeb), sete denúncias, até o momento, foram protocoladas e estão sendo apuradas. Ao Portal A TARDE, uma das vítimas relatou que foi submetida a um procedimento no qual foi colocada uma prótese falsa. 

"Comecei a sentir fortes dores e procurei de imediato um cirurgião plástico em Salvador. Sendo assim, após USG [ultrassom], foi constatado que a mama direita estava com inflamação e pus. O médico me disse que era reação do meu corpo, o que na verdade era meu corpo expelindo essa prótese que ele colocou", afirmou a mulher, que não quis se identificar.

Ela ainda informou que uma das pacientes do médico, de 33 anos, chegou a perder as mamas após operações realizadas de maneira irregular. Ainda de acordo com as denúncias, após a detecção de infecção, os procedimentos de reparação eram realizados sem nenhum tipo de sedativo.

Ao Portal A TARDE, o Cremeb disse que as denúncias estão seguindo o curso prescrito pelo Código de Processo Ético-Profissional. Ainda de acordo com o órgão, as sete denúncias protocoladas estão em diversos estágios de evolução processual.

Por lei, todos os processos correm em segredo de justiça e havendo sanção pública transitada em julgado, serão disponibilizados para conhecimento público. 

A Polícia Civil reiterou que dois boletins de ocorrência contra o médico já foram registrados, sendo um de ameaça e outro de cirurgia sem sucesso, porém ainda vai ser iniciada a investigação. A equipe de reportagem não conseguiu contato com a defesa do cirurgião.

Publicações relacionadas

MAIS LIDAS