Engenheiro é preso após matar a mulher em Porto Seguro

A filha de 10 anos da própria vítima presenciou o crime

Publicado domingo, 02 de janeiro de 2022 às 14:43 h | Atualizado em 02/01/2022, 14:43 | Autor: Da Redação
Suspeito foi encontrado com três armas e muita munição
Suspeito foi encontrado com três armas e muita munição -

Um engenheiro foi preso após matar sua mulher na cidade de Porto Seguro, sul da Bahia, na noite da última sexta-feira, 31 de dezembro, momentos antes da virada do ano. A filha de 10 anos da própria vítima presenciou o crime.

Segundo informações divulgadas pelo site Radar 64 neste domingo, 2, o engenheiro Reges Amauri Krucinski, 43, teria atirado na jornalista Juliana de Freitas Alves, 41, durante uma discussão. Além da filha de Juliana, outras pessoas que estavam na residência, localizada no bairro Xurupita, presenciaram o assassinato.

Ainda de acordo com o site, preso em flagrante ainda com as roupas sujas de sangue, Reges confessou que matou a mulher com uma das armas que tinha em casa. À polícia, ele disse que é praticamente de tiro esportivo, mas ainda não há confirmação se o homem tinha posse ou porte de arma de fogo.

Uma pistola calibre 380, um revólver 357 e uma espingarda calibre 12, além de 183 munições de calibres variados foram encontradas com o engenheiro. Ele está segue custodiado na carceragem da Delegacia Territorial de Porto Seguro.

De acordo com o Radar 64, Reges e Juliana eram de São Paulo e estavam casados há cerca de dois anos. Eles estavam em Porto Seguro há menos de dois meses e pretendiam se mudar em definitivo para a cidade.

Publicações relacionadas