Menu
Pesquisa
Pesquisa
Busca interna do iBahia
HOME > portal municípios > SUL BAIANO
Ouvir Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no Facebook Compartilhar no X Compartilhar no Email
01/07/2023 às 20:00 - há XX semanas | Autor: Da Redação

FESTA DE SÃO PEDRO

Professor universitário denuncia abordagem racista da PM em Ipiaú

William Silva fez um post nas redes sociais relatando a abordagem policial em festa junina

William Silva, trabalha como coordenador do curso de nutrição da UNIFTC em Itabuna, Jequié e Vitória da Conquista, segundo ele, o caso aconteceu na noite de quinta-feira ,29, depois que o mesmo, tentou ajudar uma mulher que teria sido empurrada por um homem embriagado no camarote.
William Silva, trabalha como coordenador do curso de nutrição da UNIFTC em Itabuna, Jequié e Vitória da Conquista, segundo ele, o caso aconteceu na noite de quinta-feira ,29, depois que o mesmo, tentou ajudar uma mulher que teria sido empurrada por um homem embriagado no camarote. -

O professor universitário William Silva fez um post nas redes sociais denunciando ter sido vítima de racismo em uma abordagem de policiais militares pela acusação de roubo, durante a festa de São Pedro, na cidade de Ipiaú, no sul da Bahia. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

Em seu post, em uma das fotos que divulgou, o professor aparece algemado e afirma que foi abordado com cassetetes, sendo vítima de "preconceito estrutural". "Na abordagem comecei falar que não era bandido, ladrão, informei que era professor. Hoje os livros que estudei sobre preconceito estrutural fizeram todo sentido!", falou.

Professor universitário, William Silva, fez um post nas redes sociais relatando ter sido vítima de racismo em uma abordagem de policiais militares pela acusação de roubo, durante a festa de São Pedro, na cidade de Ipiaú, no sul da Bahia.
Professor universitário, William Silva, fez um post nas redes sociais relatando ter sido vítima de racismo em uma abordagem de policiais militares pela acusação de roubo, durante a festa de São Pedro, na cidade de Ipiaú, no sul da Bahia. | Foto: Reprodução| Redes sociais

William Silva trabalha como coordenador do curso de nutrição da UNIFTC em Itabuna, Jequié e Vitória da Conquista. Segundo ele, o caso aconteceu na noite de quinta-feira, 29, após ele tentar ajudar uma mulher que teria sido empurrada por um homem embriagado no camarote. Ainda segundo William, ele foi levado à delegacia, ouvido e liberado.

Em nota, a Polícia Militar informou que foi acionada para verificar uma denúncia de furtos de aparelhos celulares no camarote. Afirmou também que quando os agentes se aproximaram do suspeito para esclarecer o fato, foram recebidos de maneira agressiva e que, durante a condução dos envolvidos ao posto policial o professor agrediu um dos militares com seus braços e pernas.

A UNIFTC emitiu uma nota de repúdio, nas redes sociais. A universidade afirmou que ficou profundamente consternada com o "tratamento injusto e humilhante" que o professor enfrentou.

A Universidade do Estado da Bahia (Uneb) também se posicionou sobre o caso, afirmando repudiar veemente qualquer forma de discriminação racial.

Veja nota da PM na íntegra:

"Na madrugada desta sexta-feira (30), policiais militares foram acionados para averiguar denúncia de furtos de aparelhos celulares, em um camarote, na cidade de Ipiaú.

Ao chegar, os militares foram informados pelas vítimas, sobre um possível autor dos furtos. Os pms se aproximaram do homem para esclarecer o fato e foram recebidos de maneira agressiva, ele se jogou ao solo e começou a gritar. Durante a condução dos envolvidos ao posto policial, o homem agrediu um dos militares com seus braços e pernas.

As circunstâncias serão investigadas pela polícia judiciária."

Assuntos relacionados

Ipiaú PM professor racismo

Compartilhe essa notícia com seus amigos

Compartilhar no Email Compartilhar no X Compartilhar no Facebook Compartilhar no Whatsapp

Tags:

Ipiaú PM professor racismo

Repórter cidadão

Contribua para o portal com vídeos, áudios e textos sobre o que está acontecendo em seu bairro

ACESSAR

Assuntos relacionados

Ipiaú PM professor racismo

Publicações Relacionadas

A tarde play
William Silva, trabalha como coordenador do curso de nutrição da UNIFTC em Itabuna, Jequié e Vitória da Conquista, segundo ele, o caso aconteceu na noite de quinta-feira ,29, depois que o mesmo, tentou ajudar uma mulher que teria sido empurrada por um homem embriagado no camarote.
Play

Vídeo mostra Guerrieri, ex-prefeito de Eunápolis, fugindo de intimação

William Silva, trabalha como coordenador do curso de nutrição da UNIFTC em Itabuna, Jequié e Vitória da Conquista, segundo ele, o caso aconteceu na noite de quinta-feira ,29, depois que o mesmo, tentou ajudar uma mulher que teria sido empurrada por um homem embriagado no camarote.
Play

Agente de trânsito bate carro após dirigir alcoolizado e é preso

William Silva, trabalha como coordenador do curso de nutrição da UNIFTC em Itabuna, Jequié e Vitória da Conquista, segundo ele, o caso aconteceu na noite de quinta-feira ,29, depois que o mesmo, tentou ajudar uma mulher que teria sido empurrada por um homem embriagado no camarote.
Play

Vídeo: homem usa peruca para invadir apartamento em Porto Seguro

William Silva, trabalha como coordenador do curso de nutrição da UNIFTC em Itabuna, Jequié e Vitória da Conquista, segundo ele, o caso aconteceu na noite de quinta-feira ,29, depois que o mesmo, tentou ajudar uma mulher que teria sido empurrada por um homem embriagado no camarote.
Play

Vereador é punido após chamar primeira-dama de "cachorra"

x

Assine nossa newsletter e receba conteúdos especiais sobre a Bahia

Selecione abaixo temas de sua preferência e receba notificações personalizadas

BAHIA BBB 2024 CULTURA ECONOMIA ENTRETENIMENTO ESPORTES MUNICÍPIOS MÚSICA POLÍTICA