Prefeito é acusado de cometer injúria racial contra morador | A TARDE
Atarde > Portal Municípios

Prefeito é acusado de cometer injúria racial contra morador

Morador da cidade diz que prefeito Carlos Alberto fez ataques racistas ao ser questionado sobre seus bens

Publicado quarta-feira, 29 de novembro de 2023 às 21:10 h | Atualizado em 29/11/2023, 21:19 | Autor: Da Redação
Prefeito de Wenceslau Guimarães, Carlos Alberto Liotér
Prefeito de Wenceslau Guimarães, Carlos Alberto Liotér -

O prefeito do município baiano Wenceslau Guimarães, Carlos Alberto Liotério, está sendo acusado de cometer injúria racial contra um morador da cidade. Em conversa com o Portal A TARDE, Marinaldo de Jesus contou que as "ofensas racistas" começaram após ele questionar sobre a aquisição dos bens e a renda de prefeito. 

"O motivo da injúria racial foi um pergunta dirigida ao prefeito Carlos Alberto Lioterio dos Santos sobre a compra de uma fazenda e um posto de combustível. Questionei se se estava compatível com a renda dele, já que eu estou no meu direito de perguntar o que eu quiser, pois é um dinheiro público. Eu postei um vídeo e ele não gostou também". 


Em áudio encaminhado ao Portal A TARDE, o prefeito o chama de "nego descarado" e nega que o posto de combustível seja dele.

"Esse vídeo que tu botou aí descarado é mentira tua, nego sem vergonha. Aprende a ser homem, rapaz. Esse posto de combustível não é meu não, se fosse meu eu não tinha problema nenhum em dizer que é meu não. Agora a área que tu está chamando de palestina, é minha mesmo. Ela tem três mil pés de cacau plantado e tem um pouco mais de três mil pés de banana. Agora eu trabalho, não sou vagamundo que nem tu, que vive pela rua sem ter coragem de trabalhar. Descarado. Trabalhe também que tu vai conseguir suas coisas. E não sou igual a tu e essa laia que te acompanha, que quando teve a oportunidade no cargo público enganou o povo [...] Seja home, seu moleque safado", diz o prefeito em áudio. 

Por conta das falas, Marinaldo chegou a prestar queixa na delegacia da cidade contra o prefeito. Após o corrido, o prefeito chegou a se desculpar em um novo áudio enviado. 

"Se você se se ofendeu dizendo que eu fiz racismo com você, o que eu posso fazer agora é pedir desculpa na frente do juíz porque eu não tive a intenção. Eu não sou racista e você bem sabe disso. Nunca fui e minha visa pregressa mostra isso. Eu não sou racista e nunca fui Mas vamos parar de chororô que tu não é nenhuma boneca. Eu estou prefeito mas também tenho família, tenho pai, tenho mãe e não é porque eu estou como prefeito que eu não vou responde não. Toda vez que você me ofender eu vou te responder, independe de eu estar prefeito ou não", disse em áudio. 

O Portal A TARDE tenta contato com a prefeitura de Wenceslau Guimarães e aguarda retorno. 

Publicações relacionadas