Menu
Pesquisa
Pesquisa
Busca interna do iBahia
HOME > SALA A TARDE
Ouvir Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no Facebook Compartilhar no X Compartilhar no Email
17/05/2024 às 19:17 - há XX semanas | Autor: Cassio Moreira

Cláudio Villas Boas fala sobre impacto da ponte Salvador-Itaparica

Presidente da Concessionária Ponte Salvador-Itaparica participou da Sala A TARDE, nesta sexta-feira, 17

Cláudio Villas Boas participou da Sala A TARDE
Cláudio Villas Boas participou da Sala A TARDE -

Presente na Sala A TARDE, no II Congresso Brasileiro de Direito e Sustentabilidade, no Wish Hotel da Bahia, nesta sexta-feira, 17, o presidente da Concessionária Ponte Salvador-Itaparica, Cláudio Villas Boas, destacou a "transformação social" como o grade legado da obra, já na fase das sondagens em águas rasas.

Cláudio Villas Boas ainda anunciou que a próxima etapa, as sondagens em águas profundas, deve ser iniciada nas próximas semanas.

"A obra começou, é bom que todos saibam. Iniciamos com as sondagens marítimas, iniciamos em janeiro. Começamos grande parte em solo e avançamos para as sondagens em águas rasas. Nas próximas semanas iniciaremos as sondagens em águas profundas", iniciou o presidente da concessionária, que continuou.

"O projeto nasceu como um projeto desenvolvimento econômico-social, e sustentabilidade é completamente ligado ao desenvolvimento econômico-social. O que a gente mais tem ouvido falar neste evento é essa conexão entre sustentabilidade e desenvolvimento econômico-social. O projeto vem para promover o desevolvimento econômico-social no outro lado da Baía de Todos-os-Santos, criando um novo vetor de desenvolvimento da Região Metropolitana de Salvador, conectando nossa cidade do Salvador com a outra margem da Baía de Todos-os-Santos e aos dois sistemas viários importantes, que são a BR-101 e a BR-116, encurtando distâncias e reduzindo, portanto, o trajeto de automóveis", completou.

Transformação social e geração de empregos

Ao mencionar a transformação social como grande benefício da obra, Cláudio Villas Boas confirmou que a construção da ponte deve gerar até 7.000 (7 mil) empregos nos próximos anos. Nas sondagens, cerca de 300 empegos já foram gerados.

"O grande benefício é a transformação social. Por isso o projeto foi pensado não somente como uma ponte que liga Salvador a Itaparica, e sim um novo sistema viário para melhor conectar as pessoas e melhor conectar a Bahia", afirmou.

"Estamos executando os serviços preliminares já com mais de 300 empregos diretos gerados. No pico das obras nós teremos 7.000 empregos diretos gerados ao longos desses cinco anos de construção", finalizou.

Assuntos relacionados

Cláudio Villas Boas Concessionária ponte salvador-itaparica Sala A TARDE Transformação social

Compartilhe essa notícia com seus amigos

Compartilhar no Email Compartilhar no X Compartilhar no Facebook Compartilhar no Whatsapp

Tags:

Cláudio Villas Boas Concessionária ponte salvador-itaparica Sala A TARDE Transformação social

Repórter cidadão

Contribua para o portal com vídeos, áudios e textos sobre o que está acontecendo em seu bairro

ACESSAR

Assuntos relacionados

Cláudio Villas Boas Concessionária ponte salvador-itaparica Sala A TARDE Transformação social

Publicações Relacionadas

Assine nossa newsletter e receba conteúdos especiais sobre a Bahia

Selecione abaixo temas de sua preferência e receba notificações personalizadas

BAHIA BBB 2024 CULTURA ECONOMIA ENTRETENIMENTO ESPORTES MUNICÍPIOS MÚSICA POLÍTICA