Cairu tem primeiro caso confirmado de monkeypox

São três registros na Bahia em apenas um dia. Ao todo, estado contabiliza 16 diagnósticos

Publicado sexta-feira, 05 de agosto de 2022 às 20:57 h | Atualizado em 05/08/2022, 21:02 | Autor: Da Redaçao
Bahia tem outros 90 casos suspeitos de varíola dos macacos em investigação
Bahia tem outros 90 casos suspeitos de varíola dos macacos em investigação -

Cairu é o quarto município da Bahia com caso confirmado de monkeypox, a varíola dos macacos. A confirmação é da Secretaria de Saúde do Estado. É o terceiro caso registrado somente nesta sexta-feira, 5. Os outros dois são de Salvador.

Ao todo, já são dezesseis casos da doença na Bahia, sendo doze em Salvador, dois em Santo Antônio de Jesus,  um em Ilhéus e, agora, um em Cairu. Além dos confirmados, a Bahia tem 90 casos suspeitos notificados, aguardando resultados de exames laboratoriais.

O boletim completo com os municípios em que os casos foram notificados está disponível em http://www.saude.ba.gov.br/boletinsmonkeypox

Monkeypox é uma zoonose viral, do gênero Orthopoxvirus, da família Poxviridae, que se assemelha à varíola humana, erradicada em 1980. Os sintomas são febre, dor de cabeça, dores musculares, dores nas costas, adenomegalia (erupções na pele), calafrios e exaustão.

A infecção é autolimitada com sintomas que duram de 2 a 4 semanas, podendo ser dividida em dois períodos: invasão, que dura até 5 dias, com febre, dor de cabeça, dor muscular, dor das costas e astenia (fadiga) intensa. A erupção cutânea começa entre 1 e 3 dias após o aparecimento da febre e tem características clínicas semelhantes com varicela ou sífilis, com diferença na evolução uniforme das lesões.

Publicações relacionadas