Clínicas-escola da FTC são fechadas pela Sedur após denúncias

Publicado sexta-feira, 19 de março de 2021 às 00:11 h | Atualizado em 19/03/2021, 12:13 | Autor: Da Redação

As clínicas-escola da Rede UniFTC, em Salvador, foram interditadas nesta quinta-feira, 18, pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (Sedur). A medida se deu após denúncias recebidas sobre falta de equipamentos de proteção individual (EPI). As informações foram publicadas no site BNews.

De acordo com o denunciante, as reclamações teriam sido feitas por duas alunas que “não estão a fim de servir ao próximo” e que as clínicas prestavam um grande serviço à comunidade, através de atendimentos gratuitos e auxiliando o sistema público de saúde a não ficar sobrecarregado.

Através de mensagens enviadas em um aplicativo de conversa, acadêmicos de medicina ligados à instituição ressaltaram a importância do serviço e argumentaram que o fechamento foi baseado em denúncias falsas. Eles ainda solicitaram aos governantes, o mais breve possível, a reabertura destes locais.

Em nota enviada pela UniFTC, foi informado que as atividades no local serão suspensas por tempo indeterminado a partir desta sexta-feira, 19. A instituição ainda lamentou o fechamento e informou que as clínicas atuavam de acordo com a liberação da Prefeitura e cumprindo todas as normas estabelecidas de cuidados contra a Covid-19.

Também em nota, a Sedur informou que notificou, nesta quinta, a unidade de ensino UniFTC, para suspender as aulas presenciais como determina o Decreto Municipal de combate ao coronavírus 33.635/2021.

Publicações relacionadas