Comissão Especial de Crise HIV/AIDS cobra respostas da prefeitura | A TARDE
Atarde > Saúde

Comissão Especial de Crise HIV/AIDS cobra respostas da prefeitura

Representante esteve na Câmara para pedir melhor tratamento para pacientes infectados

Publicado segunda-feira, 15 de maio de 2023 às 16:10 h | Autor: Da Redação
Representante destacou a necessidade do trabalho de um infectologista para orientar pacientes
Representante destacou a necessidade do trabalho de um infectologista para orientar pacientes -

Presente na Câmara Municipal de Salvador, o representante da Comissão Especial de Crise HIV/AIDS e HTLV, Everton Bezerra, cobrou da prefeitura, nesta segunda-feira, 15, melhores condições para o acompanhamento de pacientes infectados com o vírus na cidade. 

Em entrevista ao Portal A Tarde, Bezerra afirmou que é necessário realizar um trabalho de atendimento melhor para pessoas portadoras do vírus HIV, além de outras doenças sexualmente transmissíveis. 

"Nós já estamos enfrentando esse problema, que já está se tornando crônico. Precisamos de uma equipe de saúde que consiga fazer uma perfeita adesão àquela pessoa que descobre que está com uma infecção sexual transmissível, não necessariamente só o HIV, mas existem outras doenças", disse. 

Ele destacou a necessidade do trabalho de um infectologista para orientar as pessoas, passar guias de exames e de farmácia, além de outras informações a respeito do tratamento e da prevenção contra a doença.

"A gente não tem o principal agente nisso, que é o médico infectologista. A gente não tem a informação, que é o principal veículo para não sofrer com com o preconceito e discriminação. Hoje, para uma pessoa que vive com o HIV, tem acesso ao tratamento. Então, você não transmite mais o vírus, não desenvolve a aids, que é a doença, não vem a morrer", pontuou. 

Segundo Bezerra, a busca por soluções já dura três anos e a falta de resultados positivos passou do limite do respeito e da dignidade. "Precisamos de uma resposta", finalizou. 

Segundo informações, após a pandemia da Covid-19, os números de infectados registraram um crescimento em Salvador. 

Publicações relacionadas