Dengue: morte de jovem continua sendo investigada na Bahia | A TARDE
Atarde > Saúde

Dengue: morte de jovem continua sendo investigada na Bahia

Após ser internada com sintomas de dengue hemorrágica, paciente morreu

Publicado quinta-feira, 15 de fevereiro de 2024 às 05:50 h | Atualizado em 15/02/2024, 10:08 | Autor: Miriam Hermes
Caso está sendo conduzido pelo Departamento de Vigilância em Saúde
Caso está sendo conduzido pelo Departamento de Vigilância em Saúde -

A morte da jovem Ana Luiza Rangel Silva, de 18 anos, por suspeita de dengue na cidade de Itabuna, no dia 12 de fevereiro, continua sendo investigada com previsão de laudo final em até 60 dias.

Ontem, o município emitiu nota informando que o laudo inicial do Laboratório Central de Saúde Pública Professor Gonçalo Moniz (Lacen/BA) descartou a hipótese de dengue hemorrágica, zica vírus e chikungunya.

O óbito aconteceu no Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, onde estava internada. Antes, Ana foi encaminhada por familiares a uma UPA, pois estava com febre e outros sintomas de dengue. Os sangramentos semelhantes aos da dengue hemorrágica iniciaram no domingo, quando ela foi internada no hospital.

O município, através da Secretaria Municipal de Saúde, informou que mais investigações serão conduzidas pelo Departamento de Vigilância em Saúde, inclusive com visitas de uma equipe de técnicos e profissionais da área ao domicílio da família, “para que tudo seja esclarecido e seja certificada a real causa de seu falecimento”.

“De imediato foram adotados procedimentos padrões neste tipo de situação, com a aplicação de inseticida em toda a área próxima à residência da família, dentre outras medidas”, diz a nota.

Casos

O município de Itabuna está com situação controlada em relação aos focos do mosquito transmissor, de acordo com os últimos números divulgados. Dentro do levantamento Rápido de Índices para o Aedes Aegypti (LIRAa) foi apontada incidência em 1,5%, índice considerado padrão pelo Ministério da Saúde (MS).

Até a semana passada, a Bahia estava com 13 municípios em situação de epidemia de dengue, pelos índices de focos e de casos notificados. A próxima divulgação sobre a situação no estado deve ocorrer nos próximos dias.

Em Salvador e outras cidades da região, as famílias estão na expectativa para o início da vacinação contra dengue, cujas primeiras 70.368 doses chegaram no final de semana com previsão de novas remessas.

De acordo com a Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), além de Salvador, nesta primeira etapa as doses se destinam às crianças e adolescentes entre 10 e 14 anos de Lauro de Freitas, Vera Cruz, Madre de Deus, São Francisco do Conde, Itaparica, Candeias, Santo Amaro, São Sebastião do Passé e Saubara.

Publicações relacionadas