Um em cada seis profissionais de saúde apresenta sinais de burnout

Publicado quinta-feira, 18 de março de 2021 às 08:22 h | Atualizado em 18/03/2021, 08:25 | Autor: Da Redação

Pesquisadores do Instituto D'Or de Pesquisa e Ensino (IDOR) realizaram um estudo que revelou que um em cada seis profissionais da área de saúde apresenta sinais de burnout, definido como um distúrbio psíquico de estresse físico e mental crônico relacionado a condições de trabalho desgastantes. Entre os sintomas da chamada Síndrome de Burnout estão exaustão, sentimento de ineficácia e de falta de realização pessoal e profissional.

A pesquisa foi feita com 715 profissionais de saúde (médicos, enfermeiras, técnicos de enfermagem e fisioterapeutas) de 36 hospitais públicos e privados do Brasil. Todos eles trabalham em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) por pelo menos 20 horas semanais. Entre os participantes do estudo, 125 indicaram exaustão emocional, 120 despersonalização e 107 falta de realização profissional.

O estudo mostra, ainda, que 134 profissionais apresentam sintomas de ansiedade e 80, de depressão, que podem ou não estar associados ao burnout. A pesquisa foi conduzida antes da pandemia de Covid-19, entre abril de 2017 e julho de 2018. Segundo a pesquisa, a Síndrome de Burnout tem sido associada a um aumento de erros médicos e de custos para os profissionais de saúde além de desfechos adversos, de longo prazo, para a saúde.

Publicações relacionadas