Vírus atinge 0,2% dos detentos, diz promotor de Justiça

Publicado terça-feira, 30 de junho de 2020 às 06:00 h | Atualizado em 29/06/2020, 23:11 | Autor: Tainá Cristina*

Com uma população carcerária de 13.472 internos na Bahia, apenas 0,2% desse total testaram positivo para o novo coronavírus, o que corresponde a 24 presos infectados pela doença, segundo informou o promotor de Justiça e coordenador da Unidade de Monitoramento e Execução da Pena (Umep), Edmundo Reis.

As medidas adotadas pelo órgão dentro do sistema prisional desde o início da pandemia foram, conforme explicou Reis, eficientes na redução dessa população de infectados, a exemplo do deslocamento dos presos com sintomas da doença para espaços específicos e a instalação de barreiras sanitárias na entrada das unidades.

Como forma de evitar a proliferação do coronavírus, as visitas nas unidades prisionais da Bahia completaram três meses de suspensão na última semana.

Para verificar as ações adotadas no sistema prisional de combate à doença e de como estão os internos, a coordenadora da Especializada Criminal e de Execução Penal da Defensoria Pública do Estado da Bahia (DPE/BA), Fabíola Pacheco, realizou atendimentos com os internos e uma inspeção nas unidades do Complexo Penitenciário de Salvador, no bairro da Mata Escura.

Durante a inspeção, foram verificadas as condições estruturais, sanitárias e de permanência dos internos nos módulos da Cadeia Pública de Salvador e no Centro de Observação Penal (COP). "Está bem estruturado para a recepção desses presos que porventura apresentem sintomas. As celas são bem higienizadas”.

*Sob a supervisão da editora Meire Oliveira

Publicações relacionadas