Transalvador instala painel no Farol da Barra com número de mortes no trânsito

Publicado quinta-feira, 25 de novembro de 2021 às 19:31 h | Atualizado em 25/11/2021, 19:36 | Autor: Da Redação

Um painel com o número de vítimas fatais no trânsito de Salvador em 2020 foi instalado no Farol da Barra nesta quinta-feira, 25. A obra, da Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador), faz alusão ao Dia Mundial em Memória às Vítimas do Trânsito e ficará exposta no local até o final deste ano.

Com imagens e histórias de vítimas reais, o monumento expõe o número 130, que indica a quantidade de pessoas que foram mortas em acidentes no trânsito da capital baiana, no ano passado. O tema da campanha é “Há sonhos perdidos por trás dos números”.

O ato simbólico, feito em parceria com a Iniciativa Bloomberg de Segurança Viária Global (Bigrs), acontece pelo segundo ano consecutivo. Conforme a Transalvador, a ação, além de homenagear milhões de mortos e feridos nas vias do mundo, também tem como objetivo conscientizar a população sobre a importância de ser prudente e educado, para a redução de sinistros fatais.

Apesar dos números ainda alarmantes, a capital baiana tem reduzido significativamente o índice de sinistros de trânsito nos últimos anos, segundo a Transalvador. Na última década, 1.058 vidas foram salvas. Com esse número, Salvador se destacou como uma das cidades do mundo que superaram a meta da Organização das Nações Unidades (ONU), para redução de 50 por cento de mortes no trânsito, entre 2011 e 2020.

Além disso, a cidade é a primeira do Brasil a assinar uma carta de compromisso com a ONU, com o objetivo de reduzir em 50% o número de mortes no trânsito, até 2030. As ações de fiscalização e segurança viária, incluem a implantação de projetos como o Zona 30.

A instalação do painel contou com a presença da vice-prefeita de Salvador, Ana Paula Matos, do secretário municipal de Mobilidade (Semob), Fabrizzio Muller, do superintendente de trânsito da capital, Marcus Passos, da gerente de Educação para o trânsito da Transalvador, Mirian Bastos e do representante da Bloomberg em Salvador, Fernando Pinto Coelho.

Publicações relacionadas