Menu
Pesquisa
Pesquisa
Busca interna do iBahia
HOME > TRÂNSITO
Ouvir Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no Facebook Compartilhar no X Compartilhar no Email
15/12/2023 às 16:37 • Atualizada em 12/01/2024 às 18:01 - há XX semanas | Autor: Felipe Viterbo

TRÂNSITO

Uso do capacete reduz em quase 80% o risco de morte no trânsito

Traumatismos cranianos são a maior causa da morte de motociclistas

Uso correto do equipamento pode reduzir em até 40% os ferimentos cerebrais
Uso correto do equipamento pode reduzir em até 40% os ferimentos cerebrais -

Essencial para a segurança dos motociclistas, a utilização do capacete reduz significativamente o risco de lesões graves e até mesmo de morte em caso de acidentes. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o uso correto do equipamento pode reduzir em até 40% os ferimentos cerebrais e em cerca de 76% o risco de falecimento.

A cada ano, aproximadamente 1,3 milhão de pessoas morrem e outras milhões são feridas ou incapacitadas em decorrência de acidentes de trânsito, principalmente em países de baixa e média renda. Especialistas avaliam que, à medida que a circulação de veículos sobre duas rodas aumenta, a prevenção de lesões causadas no trânsito se torna um desafio social e econômico cada vez maior. Em muitos países, apesar da existência de uma lei que torna obrigatório o porte do capacete, sua adesão ainda permanece muito baixa.

Nesse sentido, o Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran-BA) - estado com grande circulação de motocicletas - tem investido em campanhas educativas, aprimoramento de leis e na conscientização sobre a importância do uso do capacete, buscando garantir a segurança nas estradas e redução de acidentes.

No território baiano, a Lei 9.503/97, do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), torna obrigatório o uso do capacete para condutores e passageiros de motos. Conforme a regra, a infração por estar sem capacete em um veículo sobre duas rodas, ou sem os vestuários indicados, seja como piloto ou passageiro, é considerada gravíssima e sujeita à multa de R$ 293,47, além de custar sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) do condutor.

No Brasil, as estatísticas reforçam ainda mais tais medidas: conforme dados do Ministério da Saúde, cerca de 40% dos acidentes de trânsito fatais envolvem motociclistas. Em muitos desses casos, a ausência do capacete, ou o uso inadequado dele, contribui para as lesões graves e aumento no registro de óbitos.

‘Fique vivo no trânsito!’ é uma campanha promovida pelo A TARDE, em parceria com o Detran-BA e o Governo do Estado. Esta série especial é um convite à conscientização e à mudança de hábitos negativos no trânsito. Acompanhe os veículos do Grupo A TARDE e descubra dicas essenciais, além de informações cruciais que tornarão nossas estradas mais seguras.

Compartilhe essa notícia com seus amigos

Compartilhar no Email Compartilhar no X Compartilhar no Facebook Compartilhar no Whatsapp

Repórter cidadão

Contribua para o portal com vídeos, áudios e textos sobre o que está acontecendo em seu bairro

ACESSAR

Publicações Relacionadas

A tarde play
Uso correto do equipamento pode reduzir em até 40% os ferimentos cerebrais
Play

Vídeo: carro que levava pacientes para tratamento pega fogo na BR-324

Uso correto do equipamento pode reduzir em até 40% os ferimentos cerebrais
Play

Iniciativa busca fazer intercâmbio de ações para reduzir sinistros no trânsito

Uso correto do equipamento pode reduzir em até 40% os ferimentos cerebrais
Play

Maio Amarelo quer conscientizar sociedade sobre perigos no trânsito

Uso correto do equipamento pode reduzir em até 40% os ferimentos cerebrais
Play

Carro capota no viaduto Nelson Dahia e trânsito fica lento na região

x

Assine nossa newsletter e receba conteúdos especiais sobre a Bahia

Selecione abaixo temas de sua preferência e receba notificações personalizadas

BAHIA BBB 2024 CULTURA ECONOMIA ENTRETENIMENTO ESPORTES MUNICÍPIOS MÚSICA POLÍTICA