Com 138 filmes, Panorama começa quinta com homenagem a Glauber | A TARDE
Atarde > A TARDE + > CINEINSITE

Com 138 filmes, Panorama começa quinta com homenagem a Glauber

“Barravento”, primeiro longa-metragem de Glauber Rocha, será exibido na abertura

Publicado segunda-feira, 11 de março de 2024 às 15:14 h | Autor: Da Redação
Cena de "Barravento"
Cena de "Barravento" -

“Barravento”, primeiro longa-metragem de Glauber Rocha, será exibido na abertura do XIX Panorama Internacional Coisa de Cinema, nesta quinta-feira, 14, às 20h. Com participação da sua filha Paloma Rocha, que debaterá com o público ao final, a sessão acontece no Cine Glauber Rocha. O cineasta, nascido em Vitória da Conquista, é um dos homenageados desta edição do festival, que também celebra Castro Alves.

>>> Cinema da Bahia se destaca na mostra nacional do XIX Panorama

Parte da mostra dedicada a Glauber, “Barravento” une os dois homenageados, é um filme que aborda a temática dos descendentes de escravizados no Brasil, se relacionando com o legado do poeta abolicionista Castro Alves. Os dois nasceram no dia 14 de março, o primeiro em 1939 e o outro em 1847.

Com Antônio Pitanga e Lucy de Carvalho no elenco, a trama retrata a vida de Firmino ao sair de sua aldeia de pescadores para Salvador, numa tentativa de escapar da pobreza. Após o retorno do protagonista, a comunidade formada por descendentes de escravizados vive um conflito entre tradição e modernidade.

A programação da abertura traz ainda o longa-metragem baiano “Saudade fez morada aqui dentro”, de Haroldo Borges. Selecionado para a Competitiva Nacional, o filme apresenta Bruno, um adolescente que sempre fez vista grossa para a violência e o preconceito gerado pela cultura machista na qual está inserido. Mas uma doença degenerativa faz com que ele pouco a pouco perca a visão e ele tem que aprender com as diferenças a enxergar a vida com outros olhos.

O primeiro dia do festival será o início das atrações musicais no terraço no Cine Glauber Rocha. Na quinta-feira, o som fica por conta de Mário Soares, a partir das 18h30. Até o dia 20, o Bar do Terraço abrirá às 17h.

Mostra

A mostra Glauber Rocha exibirá ainda “Terra em Transe”, de 1967, e “O Leão de Sete Cabeças”, de 1970. Importante título do Cinema Novo - movimento inaugurado pelo próprio Glauber - “Terra em Transe” apresenta, a partir de um país fictício, a convulsão da luta pelo poder no Brasil e na América Latina. O drama passeia de forma não linear por temas como o populismo, a violência e a opressão.

Com uma forte denúncia do imperialismo na África, “O Leão de Sete Cabeças” aborda a história de um rebelde africano e um guerrilheiro latino-americano que organizam uma revolução para libertar seu país. Inovador e engajado, o filme foi filmado entre a França e a Itália.

O festival segue até o dia 20 com a exibição de quase 140 filmes do Brasil - com destaque para a Bahia - e de outros países do mundo. Os filmes vencedores das mostras competitivas serão anunciados no encerramento, no Cine Glauber Rocha.


Serviços

O que: XIX Panorama Internacional Coisa de Cinema

Quando: 14 a 20 de março

Onde: Cine Glauber Rocha (em frente à Praça Castro Alves) e Sala Walter da Silveira (Barris).

Preço: No Cine Glauber Rocha, os ingressos custam R$12 (inteira)/ R$6 (meia) e passaporte individual para 10 sessões por R$55. Na Sala Walter da Silveira, a programação é gratuita.

Programação: panorama.coisadecinema.com.br

Publicações relacionadas