Após mais de 20 anos, Belo quita dívida milionária com Denilson | A TARDE
Atarde > A TARDE + > Entretenimento

Após mais de 20 anos, Belo quita dívida milionária com Denilson

Valor pendente girava em torno de R$ 7 milhões e foi quitado nesta semana

Publicado terça-feira, 11 de julho de 2023 às 22:18 h | Atualizado em 12/07/2023, 11:07 | Autor: Da Redação
Ao longo de vários anos, o atual comentarista dos canais Bandeirantes viviam cobrando publicamente o cantor
Ao longo de vários anos, o atual comentarista dos canais Bandeirantes viviam cobrando publicamente o cantor -

Após mais de 20 anos, o cantor Belo enfim pagou a dívida que possuía com o ex-jogador Denilson, refente a época em que ainda era vocalista do grupo Soweto. A informação publicada pela coluna do Léo Dias, do Metropoles. 

De acordo com a publicação, o valor pendente girava em torno de R$ 7 milhões e foi quitado nesta semana. Ao longo de vários anos, o atual comentarista dos canais Bandeirantes vivia cobrando publicamente o cantor, que chegou a ter bens e cachês penhorados na justiça. 

Recentemente, uma produra de shows chegou a revelar, inclusive, que Belo cobrava o valor de suas apresentações de forma antecipada, para evitar que os mesmos fossem retidos.

Entenda o caso

O imbróglio entre as partes teve início no fim da década de 1990, quando o cantor liderava o grupo Soweto e os direitos da banda foram comprados pelo então jogador no valor de R$ 1 milhão. Na época, Belo e Denilson tinham uma amizade de longos anos. 

Imagem ilustrativa da imagem Após mais de 20 anos, Belo quita dívida milionária com Denilson
 

Depois da saída de Belo do Soweto, em 2000, Denílson, então detentor dos direitos da banda, acionou a Justiça, alegando quebra de contrato por parte do cantor, além de danos morais e outros prejuízos.

Nos autos, a defesa de Belo informou que o cantor nunca reconheceu Denílson como detentor dos direitos da banda e que o mesmo não recebeu no período aportes financeiros do ex-jogador.

Após quatro anos de tramitação do processo, o TJSP deu ganho de causa ao Denílson, condenando Belo a pagar R$ 388 mil na época. Como o valor não havia sido quitado, a quantia foi aumentando chegou ao valor de R$ 7 milhões com as devidas correções.

Publicações relacionadas

MAIS LIDAS