Globo quer dar apoio a jornalistas Carol Barcellos e Marcelo Courrege | A TARDE
Atarde > A TARDE + > Entretenimento

Globo quer dar apoio a jornalistas Carol Barcellos e Marcelo Courrege

Carol e Courrege assumiram um relacionamento durante o Carnaval, e foram acusados por Renata Heilborn

Publicado quinta-feira, 15 de fevereiro de 2024 às 16:11 h | Autor: Da Redação
Imagem ilustrativa da imagem Globo quer dar apoio a jornalistas Carol Barcellos e Marcelo Courrege
-

A Globo acompanha atentamente os desdobramentos da repercussão da história que envolve o repórter Marcelo Courrege e a apresentadora Carol Barcellos, dois dos nomes mais conhecidos de seu departamento de esporte.

Carol e Courrege assumiram um relacionamento durante o Carnaval, e foram acusados por Renata Heilborn, ex-repórter da Globo e ex-esposa de Courrege, de traição. Carol foi sua madrinha de casamento com o antigo companheiro.

A emissora não costuma se envolver na vida pessoal de seus profissionais, tanto que Carol e Courrege trabalharam normalmente nesta quarta-feira (14) no Globo Esporte. Mas estuda-se uma conversa com os dois para entender como ambos estão emocionalmente.

Essa conversa seria conduzida por Joana Thimoteo, diretora de eventos esportivos da Globo, e que geralmente entra em campo para tentar resolver situações que envolvam o elenco. Tudo vai depender da repercussão do caso nos próximos dias.

Marcelo Courrege e Carol Barcellos restringiram os comentários de fotos em suas páginas no Instagram. Ativo no antigo X (ex-Twiter), Courrege não escreve desde o fim de semana.

Courrege e Renata Heilborn eram casados desde 2014, mas a relação chegou ao fim no ano passado. Os dois eram da equipe de jornalismo esportivo da Globo, assim como Carol Barcellos, que foi madrinha de casamento deles e a quem Renata acusa de ter mantido um caso com Marcelo.

“Descobri da pior forma possível que meu marido tinha um caso com uma amiga minha —madrinha do meu casamento”, disse Renata em postagem no Instagram na terça-feira (13).

“Eu demorei para ficar bem, para me refazer da decepção”, disse Renata. “Comecei a me julgar porque abri minha intimidade para uma pessoa que julgava minha amiga. A traição de uma amiga abre um buraco muito mais profundo. Eu não merecia isso”, completou.

O F5 tentou contato com Marcelo Courrege e Carol Barcellos, mas os jornalistas não se pronunciaram. Procurada pelo site, a Globo não se manifestou até a publicação desta reportagem.

Publicações relacionadas