Líder da banda Lordão, Kocó morre aos 72 anos | A TARDE
Atarde > A TARDE + > Entretenimento

Líder da banda Lordão, Kocó morre aos 72 anos

Artista estava internado em um hospital da capital baiana

Publicado segunda-feira, 19 de fevereiro de 2024 às 22:23 h | Autor: Da Redação
Clóvis de Figueiredo , conhecido como Kocó, vocalista e líder da Banda Lordão
Clóvis de Figueiredo , conhecido como Kocó, vocalista e líder da Banda Lordão -

O cantor Clóvis de Figueiredo , o Kocó, vocalista da banda Lordão, morreu nesta segunda-feira, 19, aos 72 anos, em Salvador.

Ele estava internado em um hospital privado da capital baiana após realizar um transplante de fígado. O procedimento de saúde foi feito há duas semanas.

O artista era casado com Sônia Leite e deixa dois filhos, Clóvis Júnior e Marcus Vinicius. Natural do Rio de Janeiro, ele morava na Bahia desde a década de 1960. A cidade de Itabuna, no sul da Bahia, foi escolhida para ser o seu lar.

A Santa Casa de Misericórdia de Itabuna lamentou a morte do cantor. "Kokó não apenas foi um músico muito talentoso, mas um ser humano especial. Ele deixou um legado significativo na cultura regional. Por isso, já faz parte da história da música da Bahia. Um ser humano com uma trajetória também dedicada às causas sociais, em especial à Santa Casa de Itabuna, apoiou diversas iniciativas, incluindo a campanha do "Grupo Depende de Nós”, em 2004. O artista também liderou diversas campanhas para o Banco de Sangue da instituição. Em 2017, nos 100 anos da SCMI foi a voz escolhida para entoar o Hino do Centenário. Ele será sempre lembrado com gratidão. Neste momento de luto, expressamos nossas sinceras condolências à família, amigos e fãs. Que seu espírito generoso e sua música continuem a inspirar e alegrar os corações daqueles que o amavam", diz a nota.

Publicações relacionadas