"Sabia que ia dar polêmica", admite Jojo sobre foto segurando fuzil | A TARDE
Atarde > A TARDE + > Entretenimento

"Sabia que ia dar polêmica", admite Jojo sobre foto segurando fuzil

Cantora surgiu irritada nas redes sociais com as diversas críticas que recebeu por conta da imagem

Publicado segunda-feira, 11 de março de 2024 às 18:54 h | Atualizado em 11/03/2024, 18:56 | Autor: Da Redação
Cantora comentou também sobre as diversas críticas que recebeu sobre estar possivelmente fazendo uma "apologia" ao uso de armas
Cantora comentou também sobre as diversas críticas que recebeu sobre estar possivelmente fazendo uma "apologia" ao uso de armas -

Após aparecer em uma publicação nas redes sociais segurando um fuzil na mão, a influencer e cantora Jojo Todynho, surgiu novamente, nesta segunda-feira ,11, para falar sobre o assunto. Nos stories do Instagram, ela diz que sabia que ia polemizar e que a arma faz parte de um treinamento especial para a polícia.

"Sem hipocrisia, eu postei a foto e sabia que ia dar polêmica. Se eu tenho um objetivo, eu tenho que começar a me preparar. Existem cursos, e a gente vai começar a fazer. Se você pega um TAF (Teste de Aptidão Física), não está crua e abobalhada”, iniciou.

A cantora do hit famoso "Que tiro foi esse", comentou também sobre as diversas críticas que recebeu sobre estar possivelmente fazendo uma "apologia" ao uso de armas.

"Seria se eu estivesse dançando com a arma na mão, igual vocês veem em baile de comunidade, que fui muito, isso sim é apologia. Um curso é apologia? Vão combater a criminalidade com flores? Parem de ser hipócritas. Não tem nada a ver com política”, disparou.

Em seguida, Jojo faz uma crítica a situação do Brasil. "É por isso que esse país ta do jeito que ta e a tendência é piorar! Achem o que quiserem achar pra mim é fod*-se. Fiquem com a hipocrisia de vocês, pra verem aonde vão chegar, com essa palhaçada de vocês", disparou.

A cantora, visivelmente revoltada com a situação, repreendeu a galera por criticar ela que está estudando para se tonar delegada, enquanto aplaudem outros conteúdos nas redes sociais. "Quando vocês forem assaltados, tomar tapa na cara de vagabundo na rua, fique dentro de casa, não vá na delegacia não. Polícia, quando ver vocês serem roubados, não tem que ajudar não, tem que deixar. Por que vocês tão ai querendo bater em quem ta estudando pra servir e proteger", disse.

"Mas é bonitinho, gravar filho pequenininho fazendo abuso e achar que isso é normal. Ou botar em frente a câmera e mandar ele falar os palavrões que quer. Isso tudo é bonitinho pra vocês, não é trabalhar e estudar não. Bonitinho é fazer apologia as drogas e ficar falando do corpo do outro, isso que vocês acham bonito", finalizou.

Publicações relacionadas