Simioni relembra caso com Tony Salles: "Demos duas, foi muito bom" | A TARDE
Atarde > A TARDE + > Entretenimento

Simioni relembra caso com Tony Salles: "Demos duas, foi muito bom"

Empresária disse que não se arrepende da relação que teve com o cantor quando ele já era casado

Publicado sexta-feira, 10 de maio de 2024 às 11:52 h | Autor: Da Redação
Simioni reconhece que talvez tenha errado em algumas declarações
Simioni reconhece que talvez tenha errado em algumas declarações -

A empresária Kamila Simioni comentou sobre o polêmico caso em que se envolveu com o cantor Tony Salles, na época em que ele já se relacionava com Scheila Carvalho. A ex-dançarina do É o Tchan já estava confinada na 15ª edição do reality show A Fazenda, quando a traição aconteceu. 

Em entrevista ao programa Chupim, da Rádio Metropolitana, Simioni afirmou que não se arrepende da ralação com o cantor e que foi apenas sexo, sem nenhum tipo de envolvimento amoroso. Além disso, explicou que não falaria com a eterna 'Morena do Tchan' caso a visse na rua.

"Tanto da minha parte, quanto da dela, não cabe isso. Sei o que ocasionei na vida dela. Lógico que eu não sou cem por cento culpada, mas eu tenho a minha parcela de culpa, sim. Nunca me eximi disse. Mas, imagina, do nada eu vejo a Scheila em algum lugar e chego para falar alguma coisa? Fica meio hipocrisia da minha parte", explicou.

Questionada sobre o momento que teve com Tony Salles, a empresária relembrou: "A gente só transou. Foram duas. Foi muito bom. Ele é muito bom, sabe fazer certinho. Só que não houve um abalo só na vida deles, houve na minha também. Então às vezes a gente brinca com a situação, mas é vida que segue, encerrou do jeito que tinha que encerrar". 

Por fim, Kamila Simioni nega que tenha havido qualquer tipo de arrependimento da parte dela no que diz respeito a traição. No entanto, ela reconhece que talvez tenha errado em algumas declarações que deu após o ocorrido.

"Não me arrependo do que eu fiz. Me arrependo da maneira como fiz. Mas a forma como eu conduzi, houve muita imaturidade da minha parte. Hoje eu tenho muito respeito pelo que aconteceu. Não me arrependo do ato, mas da forma como eu conduzi quando foi exposto. Eu poderia ter tido mais empatia. Fui muito desrespeitosa nas entrevistas na época", completou. 

Veja a entrevista:


Chupim Metropolitana

Publicações relacionadas

MAIS LIDAS