Menu
Pesquisa
Pesquisa
Busca interna do iBahia
HOME > bahia > SALVADOR
Ouvir Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no Facebook Compartilhar no X Compartilhar no Email
24/02/2024 às 15:03 • Atualizada em 24/02/2024 às 15:14 - há XX semanas | Autor: Leo Moreira

VIOLÊNCIA CONTRA MULHER

Advogado envolvido em acidente que matou publicitário é preso; entenda

Homem foi preso após ser flagrado armado depois de ter agredido ex namorada

Roberto João estava em com a pistola na cintura e resistiu a prisão
Roberto João estava em com a pistola na cintura e resistiu a prisão -

O advogado e professor Roberto João Starteri Sampaio Filho, de 47 anos, foi preso na manhã deste sábado, 24, sob a suspeita de tentar contra a vida da ex-companheira, uma mulher de 43 anos. O caso aconteceu por volta das 7h20, na região do bairro do Costa Azul, em Salvador.

Segundo informações obtidas pelo Portal A TARDE, uma guarnição da Rondesp/Atlântico estava na Rua Coronel Durval Mattos quando os policiais escutaram gritos de socorro. Ela dizia que seu companheiro estava armado. Então, os policiais militares seguiram o veículo até alcançá-lo metros depois. Após isso, o homem saiu do carro e tentou escapar a pé, mas também foi alcançado. Ele ainda tentou resistir à voz de abordagem policial e teve que ser contido e algemado. O advogado estava com uma pistola na cintura quando foi preso.

A mulher relatou aos policiais que ele era seu ex namorado, e que, após uma discussão, o homem passou a agredi-la fisicamente, desferindo vários socos em seu rosto.

Após a prisão em flagrante, ele foi conduzido juntamente com a vítima, o veículo à delegacia. De acordo com a Polícia Civil, ele foi autuado em flagrante pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo, ameaça e injúria real no âmbito da violência contra a mulher. O caso foi registrado na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher Salvador (Deam) de Brotas.

O publicitário Daniel Prato morreu em novembro de 2014, no bairro do Itaigara, com o veículo do advogado acusado de dirigir sob efeito de alcool.
O publicitário Daniel Prato morreu em novembro de 2014, no bairro do Itaigara, com o veículo do advogado acusado de dirigir sob efeito de alcool. | Foto: Reprodução

Em 2014, Roberto se envolveu em um acidente de trânsito que causou a morte do publicitário Daniel Prato. A suspeita era que o advogado estava dirigindo embreagado. Em 2018, a Justiça determinou a suspensão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e o uso de tornozeleira após ele ser pego em uma bliz de alcoolemia.

Assuntos relacionados

agressão arma de fogo Daniel Prato deam investigação justiça Roberto João Starteri Sampaio Filho violência doméstica

Compartilhe essa notícia com seus amigos

Compartilhar no Email Compartilhar no X Compartilhar no Facebook Compartilhar no Whatsapp

Tags:

agressão arma de fogo Daniel Prato deam investigação justiça Roberto João Starteri Sampaio Filho violência doméstica

Repórter cidadão

Contribua para o portal com vídeos, áudios e textos sobre o que está acontecendo em seu bairro

ACESSAR

Assuntos relacionados

agressão arma de fogo Daniel Prato deam investigação justiça Roberto João Starteri Sampaio Filho violência doméstica

Publicações Relacionadas

A tarde play
Roberto João estava em com a pistola na cintura e resistiu a prisão
Play

Policial é atropelado em blitz por moto de criminosos em Sussuarana

Roberto João estava em com a pistola na cintura e resistiu a prisão
Play

Passageiro é retirado do metrô de Salvador após briga no vagão

Roberto João estava em com a pistola na cintura e resistiu a prisão
Play

Motorista não é localizado após veículo derrubar poste no Caminho das Árvores

Roberto João estava em com a pistola na cintura e resistiu a prisão
Play

Incêndio é registrado em região de mata próximo ao Barradão

x

Assine nossa newsletter e receba conteúdos especiais sobre a Bahia

Selecione abaixo temas de sua preferência e receba notificações personalizadas

BAHIA BBB 2024 CULTURA ECONOMIA ENTRETENIMENTO ESPORTES MUNICÍPIOS MÚSICA POLÍTICA