Profissionais de saúde denunciam falta de pagamento do Piso | A TARDE
Atarde > Bahia > Salvador

Profissionais de saúde denunciam falta de pagamento do Piso

Repasse para entidade pagadora foi feito em setembro, mas não chegou aos funcionários

Publicado terça-feira, 10 de outubro de 2023 às 06:33 h | Atualizado em 11/10/2023, 12:26 | Autor: Osvaldo Barreto
O recurso complementar ofertado pelo governo federal aos Estados e Municípios foi repassado em agosto
O recurso complementar ofertado pelo governo federal aos Estados e Municípios foi repassado em agosto -

Profissionais da área de saúde que atuam na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Brotas, em Salvador, vinculados ao Instituto Nacional de Tecnologia e Saúde (INTS) denunciaram ao Portal A TARDE o não recebimento das verbas retroativas e do mês de setembro dos valores do Piso Nacional da Enfermagem. 

O recurso complementar ofertado pelo governo federal aos Estados e Municípios foi repassado à Prefeitura de Salvador no dia 31 de agosto e os servidores vinculados ao município já receberam as parcelas retroativas referentes aos meses de maio, junho, julho e agosto. 

De acordo com documentação obtida pelo Jornal A Tarde, a prefeitura de Salvador, através da Secretaria de Saúde, realizou repasses ao INTS que totalizam  R$ 8.925.702,97 (oito milhões, novecentos e vinte e cinco mil, setecentos e dois reais e noventa e sete centavos), que deveriam ser repassados para o pagamento dos profissionais de Saúdes. 

Em nota, o INTS informou que "permanece no aguardo do repasse financeiro para garantir o pagamento da diferença do piso salarial da enfermagem".

Ainda segundo a nota, "o órgão garante que não há veracidade na informação, citada na reportagem, sobre o recebimento de R$ 8.925.702,97 (oito milhões, novecentos e vinte e cinco mil, setecentos e dois reais e noventa e sete centavos), que teriam sido repassados pela prefeitura de Salvador para o pagamento da diferença do piso da enfermagem".

De acordo o INTS, "os valores mencionados referem-se aos repasses contratualizados, entre os meses de janeiro e agosto de 2023, do Contrato de Gestão nº. 196/2023, celebrado com o Município de Salvador, para o gerenciamento da UPA Brotas. O INTS destaca que os recursos recebidos foram direcionados para manutenção da unidade e pagamentos devidos aos colaboradores que atuam na unidade de saúde". 

Publicações relacionadas