Deputados pedem celeridade em CPI para investigar serviço da ViaBahia | A TARDE
Atarde > Bahia

Deputados pedem celeridade em CPI para investigar serviço da ViaBahia

Decisão foi motivada após ausência do presidente da concessionária em audiência pública

Publicado terça-feira, 28 de novembro de 2023 às 12:11 h | Atualizado em 28/11/2023, 12:16 | Autor: Alex Torres
Até o momento, todos os 20 deputados que estiveram presentes na Alba concordaram com o pedido de CPI
Até o momento, todos os 20 deputados que estiveram presentes na Alba concordaram com o pedido de CPI -

A ausência do presidente da ViaBahia, José Bartolomeu, causou indignação por parte dos deputados estaduais que estavam em audiência pública na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba). Os parlamentares suspenderam a reunião e, ao fim da fala do deputado Eduardo Salles (PP), pediram que fosse aberta uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI). 

Um dos presidentes da Comissão, Salles falou com o Portal A TARDE logo após o encontro, que teve apenas a presença do diretor jurídico da concessionária, Heder Santos. O deputado explicou como teria sido motivado o pedido de abertura da CPI, que já está em tramitação, mas os parlamentares pedem celeridade. 

"Fizemos uma reunião com os 20 deputados e decidimos que não iriamos aceitar aquilo e suspendemos a sessão. Achamos um afronte muito grande da ViaBahia, um descaso com os deputados. Havíamos convocado a mais de 40 dias e ele alega que não viria por compromisso em Brasília. Imediatamente suspendemos a reunião, mas pedimos celeridade na análise da criação de uma CPI para a ViaBahia. Primeiramente, seria para o contrato, mas o contrato é federal e não cabe. Refizemos a solicitação, mas questionando a qualidade do serviço prestado" , disse Eduardo Salles. 

Até o momento, todos os 20 deputados que estiveram presentes na Alba concordaram com o pedido de CPI. No entanto, segundo Eduardo Salles, a expectativa é que a comissão seja instalada no início do ano legislativo, em fevereiro de 2024, uma vez que os deputados devem em breve entrar em recesso e isso esvaziaria a movimentação. 

Questionado sobre o número de assinaturas presentes no requerimento, Salles contou que já consta com mais da metade dos deputados presentes na Alba e que o projeto não possui viés partidário. 

"Tivemos mais de 40 assinaturas. Tenho certeza que hoje é unanimidade, não tem questão partidárias. Todos os 63 deputados defendem a análise profunda dessa prestação de serviço da ViaBahia com a população baiana. A impressão que temos é que todos os deputados estão movidos a resolver esse problema", completou. 

Também em contato com o A TARDE, o deputado Felipe Duarte (PP) endossou o discurso de Salles e salientou a importância da CPI da ViaBahia. Ele defende que seja adotado um 'caminho jurídico' para a implementação e argumenta que a concessionária não cumpriu nada do que estava em contrato. 

"A única coisa que temos é a cobrança permanente dos pedágios. Não temos a iluminação pública nas vias da cidade, não temos a limpeza dos acostamentos, não temos a estrutura de emergência caso precise, não temos as duplicações que são previstas e deveriam estar concluídas, não temos manutenção das estradas e acarreta cotidianamente de acidente. Então, com essa falta de respeito, para mim seria motivo de romper o contrato e procurar outra empresa com mais seriedade", questionou Duarte. 

Assista:

 

  

Publicações relacionadas