Menu
Pesquisa
Pesquisa
Busca interna do iBahia
HOME > bahia > SÃO JOÃO
Ouvir Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no Facebook Compartilhar no X Compartilhar no Email
20/06/2024 às 3:09 - há XX semanas | Autor: Isabela Cardoso

FESTEJOS

Especialista dá dicas para ajudar crianças com TEA durante o São João

Segundo terapeuta, é necessário uma maior atenção para mudanças de ambientes com crianças deste espectro

Crianças com TEA tem mais sensibilidade aos estímulos sensoriais
Crianças com TEA tem mais sensibilidade aos estímulos sensoriais -

Música, dança, fogos de artifício e comidas típicas, elementos que marcam o período festivo mais aguardado do mês de junho: o São João. No entanto, para pais e responsáveis de crianças com Transtorno do Espectro Autista (TEA), essas festividades podem trazer desafios causados por ruídos altos, luzes brilhantes e grandes multidões, fatores que podem gerar estresses para os pequenos.

O Portal A TARDE conversou com Cristiane Daihala, terapeuta ocupacional especialista no desenvolvimento infantil e fisioterapeuta, para trazer algumas estratégias e cuidados essenciais para que o São João seja inclusivo e confortável para todos. Segundo a especialista, é necessário uma maior atenção para mudanças de ambientes com crianças com autismo.

“Frequentemente essas crianças têm questões sensoriais, tanto visuais quanto auditivas, que precisam de uma atenção um pouco mais cuidadosa dos cuidadores. É fundamental essa atenção para que a gente consiga evitar uma crise sensorial. Quando a família viaja, já sai do ambiente familiar e vai para lugares em que tem luzes, decorações, muitos estímulos visuais, auditivos, barulhos intensos, multidão", explica.

A terapeuta também pontuou que crianças autistas sofrem uma hipersensibilidade, o que significa elas têm dificuldade de controlar essa quantidade de estímulos e vão tentar processar simultaneamente.

De acordo com Cristiane, as mudanças de rotinas precisam ser orientadas com antecedência para crianças acima de 4 anos, por terem um nível de compreensão mais desenvolvido.

Especialista orienta adaptar as crianças às roupas, coreografias e músicas juninas
Especialista orienta adaptar as crianças às roupas, coreografias e músicas juninas | Foto: Raphael Muller / Ag. A TARDE

“Uma dica extremamente valiosa é antecipar o que vai acontecer sobre as celebrações, os barulhos, a multidão, conversar com o filho. Isso vai preparar a criança para quando ela chegar no ambiente já ter um uma prévia do que pode vir a acontecer e evitar desencadear essas crises sensoriais na criança”, destacou.

A terapeuta ressalta ainda a importância de conversar sobre o período de adaptação, testar as roupas e suas texturas, além de se adaptar ao ambiente, às músicas e coreografias.

"Usar as roupas, retirar a etiqueta e verificar se textura incomodam para que também não seja um desencadeador, uma crise sensorial tátil, fazendo com que a criança vista a roupa antes de ser exposta ao ambiente. É fazer com que a criança dance a quadrilha em casa pra que ela comece a se adaptar a música, as coreografias também são importantes. Outra estratégia seria a familiarização com o ambiente, então utilizar imagens de festas juninas para que a criança comece a entender esse processo, as brincadeiras, o ambiente".

Caso a criança não esteja confortável, Cristiane enfatiza também o uso de abafadores ou protetores auriculares como uma das estratégias. “Outra estratégia é preparar a criança para esse barulho, se o abafador seria suficiente para as bombinhas e fogos de artifícios, se diminuiria esse impacto. Um dos recursos que a gente utiliza e prescreve são os protetores auriculares que podem fazer com que a criança de fato possa aproveitar essas festas e a família também possa estar inserida dentro desse contexto”, completou.

Veja cuidados com crianças com TEA para o São João:

1. Explicação assertiva: Explicar à criança sobre o que vai acontecer nas festas juninas, quais serão os ruídos e estímulos presentes, como fogos de artifício e música alta. Utilizar imagens e vídeos dos festejos para familiarizar a criança com o dia da festa, com as brincadeiras e com o ambiente.
2. Estímulo: Fazer com que a criança vista a roupa junina por alguns momentos em casa, para verificar se algo relacionado à textura da roupa a incomoda.
3. Dança: Dançar a quadrilha com a criança em casa, para que ela se adapte à música e às coreografias.
4. Segurança: Buscar criar um espaço seguro e tranquilo, com menor estimulação sensorial, durante as festividades, onde a criança possa se refugiar caso se sinta desconfortável.
5. Ferramentas: Verificar o quanto a criança está receptiva aos barulhos de bombinhas e fogos de artifício. Caso não esteja confortável, fazer uso de fones de ouvido ou protetores auriculares.

Assuntos relacionados

Autismo Boas notícias crianças com TEA cuidados para o São João São João Transtorno do Espectro Autista

Compartilhe essa notícia com seus amigos

Compartilhar no Email Compartilhar no X Compartilhar no Facebook Compartilhar no Whatsapp

Tags:

Autismo Boas notícias crianças com TEA cuidados para o São João São João Transtorno do Espectro Autista

Repórter cidadão

Contribua para o portal com vídeos, áudios e textos sobre o que está acontecendo em seu bairro

ACESSAR

Assuntos relacionados

Autismo Boas notícias crianças com TEA cuidados para o São João São João Transtorno do Espectro Autista

Publicações Relacionadas

A tarde play
Crianças com TEA tem mais sensibilidade aos estímulos sensoriais
Play

Vídeo: fã de Igor Kannário invade palco de show no interior da Bahia

Crianças com TEA tem mais sensibilidade aos estímulos sensoriais
Play

São Pedro: Veja atrações desta segunda no Parque de Exposições

Crianças com TEA tem mais sensibilidade aos estímulos sensoriais
Play

Cristian Bell e Franklin dançam no palco com Safadão no Parque

Crianças com TEA tem mais sensibilidade aos estímulos sensoriais
Play

Saiba como está a BR-324 em volta para Salvador após feriado

x

Assine nossa newsletter e receba conteúdos especiais sobre a Bahia

Selecione abaixo temas de sua preferência e receba notificações personalizadas

BAHIA BBB 2024 CULTURA ECONOMIA ENTRETENIMENTO ESPORTES MUNICÍPIOS MÚSICA POLÍTICA