Sindicato diz que 200 municípios da Bahia estão sem delegados

Associação afirma que delegados titulares de cidades próximas são acionados para suprir ausência

Publicado sexta-feira, 18 de março de 2022 às 11:34 h | Atualizado em 18/03/2022, 11:44 | Autor: Da Redação
Associação diz que delegacias no interior da Bahia têm situação mais caótica
Associação diz que delegacias no interior da Bahia têm situação mais caótica -

O presidente da Associação dos Delegados de Polícia do Estado da Bahia (ADPEB), Fábio Lordelo, afirmou que pelo menos 200 municípios da Bahia estão sem delegados titulares no momento.

Na última segunda-feira, 14, mais de 300 delegados do órgão decidiram entregar seus cargos como represália ao aumento de 4% concedido pelo Governo do Estado. 

De acordo com Lordelo, para suprir a falta, municípios sem delegados estão acionando delegados titulares de cidades próximas, o que tem impactado na qualidade do trabalho.

“Temos 417 municípios, sendo que o número de 200 representa quase a metade das cidades da Bahia que não tem delegados titulares designados oficialmente para trabalhar. Isso provoca um efeito cascata, pois é humanamente impossível ter qualidade. O delegado deixa de atuar na cidade de origem e com cargas horárias extenuantes”, pontuou. O presidente da ADPEB reiterou que, no interior, a situação da Polícia Civil é caótica.

“Em segundo momento o nosso movimento vai entregar essas substituições e deixar, infelizmente, quase 200 cidades do interior do estado sem delegado de polícia. Estamos muito decepcionados”, finalizou.

Como parte das reivindicações feitas, a categoria dos delegados deu até o próximo dia 21 para que o governador Rui Costa (PT) atenda a entidade. Caso não ocorra, serão recolhidas as assinaturas e a entrega de todos os cargos da Polícia Civil ocupados por delegados acontecerá a partir do dia 25 de março.

Publicações relacionadas