Menu
Pesquisa
Pesquisa
Busca interna do iBahia
HOME > BAHIA
Ouvir Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no Facebook Compartilhar no X Compartilhar no Email
05/03/2024 às 17:17 • Atualizada em 05/03/2024 às 19:36 - há XX semanas | Autor: Da Redação

Trabalhadores da antiga Rlam anunciam paralisação nesta quarta-feira

Movimento é contra demissão de empregados após privatização da unidade

Paralisação é um protesto contra as demissões na Refinaria Mataripe
Paralisação é um protesto contra as demissões na Refinaria Mataripe -

Os trabalhadores da Refinaria Mataripe, antiga Landulpho Alves (Rlam), na Bahia, decidiram pela paralisação das atividades nesta quarta-feira, 6, a partir das 6h15.

O movimento foi aprovado em reunião com representantes da Federação Única dos Petroleiros (FUP), do Sindipetro Bahia e do Sindicato dos Trabalhadores na Construção Civil, Montagem e Manutenção Industrial (Siticcan). Eles afirmam que o ato é uma resposta à política de demissão em massa de empregados próprios e terceirizados implementada pela atual gestão da refinaria, privatizada em novembro de 2021.

A refinaria, vendida ao fundo árabe Mubadala, é administrada pelo grupo Acelen, que é apontada pelo sindicato como a responsável pela demissão de 150 trabalhadores, sendo 30 próprios e 120 terceirizados. A empresa conta hoje com 1.725 empregados, dos quais 700 terceirizados. Somente nesta terça-feira,5, foram dispensados 28 empregados.

“Lutamos pela manutenção dos empregos e contra a política irresponsável da Acelen que promove a cada dia demissão em massa”, afirma Deyvid Bacelar, coordenador-geral da FUP.

Atualmente, as entidades sindicais vinham travando negociações em defesa de 300 funcionários da Petrobrás transferidos da refinaria, depois da privatização.

Em viagem ao Oriente Médio, no último mês, o presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, anunciou que está construindo uma parceria com o fundo árabe Mubadala Investment Company para que a estatal brasileira retome a operação da Rlam. “Tudo indica que depois desse anúncio, a Acelen está reduzindo o número de efetivo - próprio e terceirizado - o que impacta na manutenção das unidades e na segurança das atividades”, disse Bacelar.

Ele acrescentou que a FUP vem recebendo denúncias de que no Terminal Madre de Deus,na Bahia - operado pela Transpetro, mas vendido ao fundo Mubadala junto com a Rlam - os contratos de manutenção foram reduzidos, provocando demissões de pessoal.

Resposta

Em nota ao Portal A TARDE, a gestão da Refinaria de Mataripe negou a prática de demissão em massa. Veja na íntegra:

"A Refinaria de Mataripe esclarece que está em constante busca por mais eficiência e competitividade para sua operação. Reforça ainda que não existe demissão em massa como citado pelas entidades. Nosso compromisso continua sendo com o abastecimento regional em condições competitivas de mercado e com o diálogo próximo às entidades sindicais".

Assuntos relacionados

acelen Bahia construção civil demissões em massa efetivo fundos árabes FUP Manutenção Industrial montagem Mubadala paralisação Petrobras prevenção PROTEÇÃO rlam Saúde Segurança Sindicato dos Trabalhadores Sindipetro Bahia Terminal Madre de Deus trabalhadores Transpetro

Compartilhe essa notícia com seus amigos

Compartilhar no Email Compartilhar no X Compartilhar no Facebook Compartilhar no Whatsapp

Tags:

acelen Bahia construção civil demissões em massa efetivo fundos árabes FUP Manutenção Industrial montagem Mubadala paralisação Petrobras prevenção PROTEÇÃO rlam Saúde Segurança Sindicato dos Trabalhadores Sindipetro Bahia Terminal Madre de Deus trabalhadores Transpetro

Repórter cidadão

Contribua para o portal com vídeos, áudios e textos sobre o que está acontecendo em seu bairro

ACESSAR

Assuntos relacionados

acelen Bahia construção civil demissões em massa efetivo fundos árabes FUP Manutenção Industrial montagem Mubadala paralisação Petrobras prevenção PROTEÇÃO rlam Saúde Segurança Sindicato dos Trabalhadores Sindipetro Bahia Terminal Madre de Deus trabalhadores Transpetro

Publicações Relacionadas

A tarde play
Paralisação é um protesto contra as demissões na Refinaria Mataripe
Play

Funcionárias de farmácia imobilizam homem suspeito de furto; VÍDEO

Paralisação é um protesto contra as demissões na Refinaria Mataripe
Play

Vídeos revelam detalhes sobre assassinato de idosa na Bahia: veja

Paralisação é um protesto contra as demissões na Refinaria Mataripe
Play

VÍDEO: Caminhão tomba e população rouba carga de frango na Bahia

Paralisação é um protesto contra as demissões na Refinaria Mataripe
Play

Líderes de facções em presídios no RJ viram alvos de operação da PCBA

x

Assine nossa newsletter e receba conteúdos especiais sobre a Bahia

Selecione abaixo temas de sua preferência e receba notificações personalizadas

BAHIA BBB 2024 CULTURA ECONOMIA ENTRETENIMENTO ESPORTES MUNICÍPIOS MÚSICA POLÍTICA