Anic: Advogada desaparecida pode ter sido assassinada, aponta polícia | A TARDE
Atarde > Brasil

Anic: Advogada desaparecida pode ter sido assassinada, aponta polícia

Mentor do crime trabalhou como segurança pessoal da família de Anic

Publicado terça-feira, 21 de maio de 2024 às 18:41 h | Autor: Da Redação
Anic Almeida Peixoto Herdy
Anic Almeida Peixoto Herdy -

A advogada Anic Almeida Peixoto Herdy, de 55 anos, pode ter sido sequestrada e assassinada, segundo linha de investigação da Polícia Civil de Petrópolis, no Rio de Janeiro, A mulher desapareceu no dia 29 de fevereiro.

A investigação policial ainda indica que o corpo da advogada foi ocultado após a prática do crime. Segundo o Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ), o mentor do crime, identificado como Lourival Correa Netto Fadiga, era segurança pessoal da família há aproximadamente três anos.

Para conseguir o emprego, ele teria se apresentado como policial federal, mesmo sem ser. Após adquirir a confiança dos familiares da advogada, ele passou a ter acesso irrestrito a cartões de crédito e às respectivas senhas de contas bancárias dos seus integrantes. 

"Aproveitando-se da confiança nele depositada pela família e do conhecimento sobre a sua rotina, arquitetou o plano criminoso e contou com o auxílio dos filhos e de uma mulher, com quem mantinha relacionamento amoroso, para sua execução", diz trecho do documento do MPRJ.

O marido de Anic, o milionário Benjamin Cordeiro Herdy, ainda chegou a pagar R$ 4,6 milhões para libertar a mulher. No entanto, ela ainda não foi encontrada.

Publicações relacionadas

MAIS LIDAS