Apagão nacional desta terça é um dos maiores já registrados no país | A TARDE
Atarde > Brasil

Apagão nacional desta terça é um dos maiores já registrados no país

Até o momento, ainda não há informações concretas acerca do total de pessoas que foram afetadas

Publicado terça-feira, 15 de agosto de 2023 às 11:55 h | Autor: Da Redação
Sabe-se que 26 unidades federativas brasileiras, além do Distrito Federal, foram impactadas de alguma forma
Sabe-se que 26 unidades federativas brasileiras, além do Distrito Federal, foram impactadas de alguma forma -

O apagão que atingiu todos os estados do Brasil, na manhã desta terça-feira, 15, já pode ser considerado um dos maiores já registrados no país. 

Até o momento, ainda não há informações concretas acerca do total de pessoas que foram afetadas pela queda de energia. No entanto, sabe-se que 26 unidades federativas brasileiras, além do Distrito Federal, foram impactadas de alguma forma. Fora da rede nacional, Roraima é o único estado sem registro.

Na Bahia, todos os 417 municípios apresentaram algum tipo de falha no fornecimento elétrico, seja total ou parcialmente. A queda ocorreu por volta das 8h30 e algumas cidades já começaram a retornar

O Ministério de Minas e Energia afirmou que o apagão interrompeu 16 mil MW de carga em estados do Norte e Nordeste do Brasil, nesta terça-feira. O motivo ainda está sendo analisado pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS).

1999

Nos últimos 25 anos, alguns apagões de grandes proporções foram registrados no país. Em 1999, cerca de 60% do território nacional ficou no escuro após uma descarga elétrica atingir uma subestação de uma companhia energética importante no estado de São Paulo.

As regiões do Sul, sudeste e Centro-Oeste foram afetadas além do norte do Paraguai que recebia eletricidade do Brasil. Ao todo, em torno de 76 milhões de pessoas foram afetadas.

2001

Dois anos depois, uma falha humana na subestação de Cachoeira Paulista, em São Paulo, provocou um blecaute que atingiu o Rio de Janeiro, Espírito Santo e parte de Minas Gerais. Na ocasião, o presidente Fernando Henrique Cardoso  iniciou um grande programa de investimentos na construção de uma rede de termelétricas, movidas a gás, carvão e óleo combustível e que não dependiam do ciclo das águas. 

2009

Considerado um dos maiores do século, o apagão de 2009 teve a quantidade de 28 mil megawatts (MW) de energia desligada no Brasil. O ocorrido afetou 18 estados, e de 980 MW no Paraguai. 

Além da ausência completa de energia elétrica, outras 14 federativas ficaram parcialmente no escuro. Estima-se que quase 60 milhões de pessoas ficaram sem energia por até seis hora.

Dados da Firjan apontam que, apenas no Estado do Rio de Janeiro, o apagão deixou prejuízos estimados em R$ 1 bilhão. A interrupção, uma das mais longas já registradas no país, durou de três horas e meia a seis horas.

2011

Uma falha na subestação localizada no município de Jatobá, na divisa entre Bahia e Pernambuco, afetou cerca de 47,7 milhões de pessoas e deixou em torno de 90% do nordeste desprovido de energia elétrica.

2018

Em 2018, um apagão atingiu o Norte e Nordeste do país, deixando 70 milhões de pessoas sem energia elétrica. A falha aconteceu na Subestação Xingu, no Pará, que distribui parte da energia produzida na Usina de Belo Monte. Na ocasião, o apagão começou por causa de um disjuntor na Subestação Xingu, que se abriu indevidamente.

Publicações relacionadas