Fuga de presos causa suspensão do banho de sol em presídios federais | A TARDE
Atarde > Brasil

Fuga de presos causa suspensão do banho de sol em presídios federais

Também estão suspensos até sexta-feira as visitas sociais nos cinco presídios federais de segurança máxima

Publicado quinta-feira, 15 de fevereiro de 2024 às 12:04 h | Autor: Da Redação
É a primeira vez que detentos conseguem escapar de um presídio de segurança máxima
É a primeira vez que detentos conseguem escapar de um presídio de segurança máxima -

A fuga de dois presos da Penitenciária Federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte, fez o Ministério da Justiça e Segurança Pública publicar uma portaria que suspende banho de sol e visitais sociais em presídios federais de segurança máxima até está sexta-feira, 16. O prazo para a suspensão, porém, poderá ser postergado.

>>>Dois fogem de Mossoró, na 1ª fuga da história das prisões federais

Visitas de parentes e advogados, além de atividades de assistência educacional, laboral e religiosa, estão incluídas na suspensão. Apenas emergências de saúde estão permitidas.

O Brasil tem cinco presídios de segurança máxima: além de Mossoró, as outras unidades ficam em Catanduvas, no Paraná; Campo Grande, no Mato Grosso do Sul; Porto Velho, em Rondônia; e Brasília.

Sobre a fuga

A informação sobre a fuga foi divulgada na manhã desta quarta-feira, 14. Segundo o ministério, todas as providências necessárias para recapturar os foragidos e esclarecer as circunstâncias da fuga já estão sendo adotadas. O secretário nacional de Políticas Penais (Senappen), André Garcia, viajou para Mossoró a fim de acompanhar de perto a apuração dos fatos.

Segundo informações preliminares, confirmadas pela Agência Brasil, os dois fugitivos se chamam Rogério da Silva Mendonça e Deibson Cabral Nascimento.

Publicações relacionadas