Justiça autoriza estudantes com leucemia a fazerem Enem no hospital | A TARDE
Atarde > Brasil

Justiça autoriza estudantes com leucemia a fazerem Enem no hospital

Jovens tinham feito inscrição antes de serem transplantadas e precisam de isolamento completo

Publicado sábado, 04 de novembro de 2023 às 11:50 h | Autor: Da Redação
Julia e Gabriella ingressaram com mandado liminar de segurança, que foi acolhido pela 7ª Vara Cível Federal de São Paulo no dia seguinte
Julia e Gabriella ingressaram com mandado liminar de segurança, que foi acolhido pela 7ª Vara Cível Federal de São Paulo no dia seguinte -

Duas jovens com leucemia conseguiram concessão da Justiça Federal em São Paulo para a realização da prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) dentro do quarto em que estão internadas desde que receberam o transplante de medula óssea.

Com 18 anos de idade, Julia Silva e Gabriella Bonfim se inscreveram no Enem antes de serem internadas. As duas recorreram à Ouvidoria do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) para poderem fazer a prova no hospital, mas o órgão não as respondeu no prazo que garantiria que elas pudessem realizar o exame.

Por isso, Julia e Gabriella ingressaram com mandado liminar de segurança, que foi acolhido pela 7ª Vara Cível Federal de São Paulo no dia seguinte.

A recomendação médica é que recém-transplantados fiquem internados em acomodações específicas com a finalidade de evitar contato com qualquer agente externo que possa causar rejeição do paciente à nova medula.

A juíza que acolheu a liminar, Diana Brunstein, alegou que não é razoável impedir as estudantes da realização da prova, pois isto acarretaria em prejuízo acadêmica para ambas. Além disso, a juíza disse que o tratamento das patologias envolve questões de bem-estar, a exemplo da construção de sonhos. Com informações do portal G1.

Publicações relacionadas

MAIS LIDAS