adblock ativo

Médicos dizem que site não aceitou inscrições em programa

Publicado segunda-feira, 29 de julho de 2013 às 17:48 h | Atualizado em 22/01/2021, 00:00 | Autor: Biaggio Talento
Mais Médicos
Mais Médicos -
adblock ativo

Vários médicos que tentaram se inscrever no programa Mais Médicos, do Ministério da Saúde até a meia-noite desse domingo quando o prazo se encerrou, não conseguiram completar seu cadastro por problemas no site do órgão federal. Muitos se queixaram no portal www.reclameaqui.com.br, insinuando que o defeito teria sido "provocado" para beneficiar os médicos estrangeiros.

Um candidato de Curitiba relata que tentou durante uma semana tentou efetuar a inscrição sem êxito. "Primeiro, minha inscrição travava logo na página de cadastro, quando aparecia uma mensagem dizendo 'CRM inválido ou não corresponde ao CPF informado' (ou algo que o valha). Meu CRM, contudo, consta exatamente como digitado tanto no site do Conselho Federal de Medicina quanto no Conselho Regional de Medicina. Revisei os dados diversas vezes e tenho testemunhas". Finalmente, depois de muita insistência conseguiu fazer o cadastro inicial, mas não finalizou o processo porque o sistema não aceita o upload dos arquivos exigidos, "como currículo, diploma, CNH". Indignado, prometeu fazer denúncia no Ministério Público e na Procuradoria Geral da União "pois sinto-me discriminada".

Médicos baianos também se sentiram prejudicados. Helden Nunes, formado pela Escola Bahiana de Medicina e Saúde Publica, inscrito no CREMEB teve o mesmo problema, não conseguiu enviar o documento em anexo para finalizar a inscrição no programa mais médicos. "Já tentei 10 vezes e só aparece a msg de erro apos longa demora carregando o site. Com isso não consigo finalizar minha inscrição e escolher o município de atuação. Desse modo sai no jornal que só 3 mil vagas foram preenchidas de mais de 18 mil pré- inscrições. Estão bloqueando as inscrições dos médicos brasileiros... assim como eu tenho vários colegas na mesma situação que só estão conseguindo fazer a inscrição com IPs de computadores fora do Brasil", denunciou.

Samuel Machado, da cidade de Feira de Santana, a 108 quilômetros de Salvador, também deixou sua reclamação. Disse que apesar de ser "totalmente contra as medidas adotadas pelo Governo Federal com relação a saúde pública", resolveu aderir ao programa Mais Médicos. "Acontece que há dois dias tento incansavelmente concluir minha inscrição mas o site encontra-se há pelo menos 12h fora do ar e há pelo menos 48h com problemas técnicos que impossibilitam a conclusão do cadastro". Ele assinalado o fato de os problemas ocorreram "após o Governo Federal acusar os médicos brasileiros de boicotarem o programa, fazendo uma inscrição parcial para atrasar o planos do governo".

Nenhuma das reclamações havia sido respondida ao site até a tarde dessa segunda-feira.

adblock ativo

Publicações relacionadas