Personalidades reagem à prisão dos suspeitos na morte de Marielle | A TARDE
Atarde > Brasil

Personalidades reagem à prisão dos suspeitos na morte de Marielle

Irmãos Chiquinho e Domingos Brazão são acusados de serem os mandantes do assassinato

Publicado domingo, 24 de março de 2024 às 17:07 h | Autor: Da Redação
Imagem ilustrativa da imagem Personalidades reagem à prisão dos suspeitos na morte de Marielle
-

Personalidades do mundo político e celebridades reagiram à operação da Polícia Federal deste domingo, 24, que resultou na prisão dos irmãos Chiquinho e Domingos Brazão, acusados de serem os mandantes do assassinato da vereadora Marielle Franco.

Além deles, o delegado Rivaldo Barbosa, ex-chefe da Polícia Civil do Rio, também foi detido por suspeitas de protegê-los durante o andamento das investigações.

Os irmãos Domingos Brazão e Chiquinho Brazão foram detidos neste domingo, sendo apontados como os mandantes do atentado que vitimou Marielle Franco e o motorista Anderson Gomes em março de 2018.

A atriz Dira Paes pontuou que esta é uma resposta que vem após mais de 2 mil dias de questionamentos.

"Há seis anos o Brasil esperava pela resposta de quem mandou matar Marielle e Anderson. Hoje temos a esperança que a justiça seja feita e que isso seja um basta à impunidade. Direciono todo meu carinho nesse momento à família e amigos de Marielle e Anderson, que sofreram e sofrem essa perda tão cruel há 2.202 dias".

Felipe Neto pontua que, quanto mais se aprofunda no assassinato de Marielle e Anderson, mais se descobre que o estado do Rio de Janeiro se tornou um poder paralelo.

"O aparelhamento do Estado é completo. Envolve milícias, tráfico, governo, secretarias, empresários e culmina numa manipulação do povo q impede q um governador não-corrupto seja eleito, principalmente nas cidades controladas pelo crime organizado (que são muitas). Todos os governadores eleitos, desde 1998, foram presos, exceto Benedita da Silva (que era vice) e o vice do Pezão q ficou no poder 1 mês. Cláudio Castro está no “tic tac”. Mas essas prisões em nada serviram para mudar os rumos do RJ. Marielle foi um dos grandes pilares da resistência que derrubou o bolsonarismo do planalto. E hoje ela é a esperança do Rio de Janeiro para que esse Estado expurgue a máfia extremamente poderosa que o controla. Que essa investigação da podridão nos poderes fluminenses desperte o Brasil para realmente ir a fundo no que acontece nesse Estado. Marielle, presente!".

A deputada Sâmia Bonfim demonstrou decepção com o ocorrido, principalmente por um dos presos ser conselheiro do TCE e o chefe da polícia.

"Um deputado federal, um conselheiro do TCE, e o chefe da polícia, todos envolvidos num assassinato político. Isso diz muito sobre a situação do Rio de Janeiro, do Brasil, e o tamanho do desafio urgente de enfrentarmos as milícias em todas as suas esferas. Justiça por Marielle!".

A atriz Camila Pitanga afirmou que a notícia deixou o coração um pouco mais leve.

"Coração fica um pouco mais leve por saber que as autoridades, enfim, nos dão respostas para esse crime bárbaro. Justiça por Marielle e Anderson".

O ator José de Abreu também celebrou a notícia: "Finalmente presos os mandantes dos assassinatos de Marielle e Anderson". Ele lembrou ainda que Rivaldo Barbosa "se fazia de amigo de Marielle e disse à mãe que descobrir os assassinos era questão de honra". "Canalha!", protestou.

Túlio Gadêlha, deputado federal e namorado da apresentadora Fátima Bernardes, comemorou a prisão dos mandantes em seu perfil no Instagram. "O Plantão da Globo que aguardamos por seis anos. Finalmente, Justiça! #MariellePresente", escreveu o político.

O escritor e jornalista Xico Sá também comentou a prisão no X/ Twitter: "Braga Netto promoveu o delegado preso hoje pela PF."

Publicações relacionadas