adblock ativo

Secretário da Presidência causa indignação após copiar discurso nazista em vídeo

Publicado sexta-feira, 17 de janeiro de 2020 às 10:18 h | Atualizado em 17/01/2020, 10:35 | Autor: Da Redação
Pronunciamento foi feito por Roberto Alvim na internet | Foto: Reprodução | Redes sociais
Pronunciamento foi feito por Roberto Alvim na internet | Foto: Reprodução | Redes sociais -
adblock ativo

Um vídeo publicado na madrugada desta sexta-feira, 17, em que o secretário da Cultura Roberto Alvim cita trechos do discurso de Joseph Goebbels - ministro da propaganda nazista - sobre as artes provocou indignação nas redes sociais.

"A arte brasileira da próxima década será heroica e será nacional. Será dotada de grande capacidade de envolvimento emocional e será igualmente imperativa, posto que profundamente vinculada às aspirações urgentes de nosso povo, ou então não será nada", disse Alvim no vídeo.

O vídeo foi postado pela Secretaria Especial da Cultura do governo para divulgar o Prêmio Nacional das Artes, lançado horas antes em uma live com a participação do presidente Jair Bolsonaro.

"A arte alemã da próxima década será heroica, será ferreamente romântica, será objetiva e livre de sentimentalismo, será nacional com grande páthos e igualmente imperativa e vinculante, ou então não será nada", disse o ministro de Hitler em um pronunciamento para diretores de teatro, registrado no livro "Goebbels: a Biography", de Peter Longerich.

De acordo com a Folha de S. Paulo, além dos trechos do pronunciamento, a estética do vídeo, a aparência do secretário, o vocabulário, o tom de voz e a trilha sonora escolhida também fizeram várias personalidades compararem a divulgação à propaganda nazista.

adblock ativo

Publicações relacionadas