Seis pessoas ligadas a Guimarães são afastadas por nova presidente

A gestora pretende afastar ao menos 20 pessoas de cargos de confiança

Publicado segunda-feira, 04 de julho de 2022 às 18:04 h | Atualizado em 04/07/2022, 18:04 | Autor: Da Redação
Daniella Marques toma posse oficial nesta terça-feira, 5
Daniella Marques toma posse oficial nesta terça-feira, 5 -

Daniella Marques, a escolhida pelo governo para ser a nova presidente da Caixa, só tomará posse nesta terça-feira, 5, mas, de acordo com ela, algumas medidas já foram tomadas para diluir o poder do ex-presidente Pedro Guimarães da direção do banco. Marques afirmou que que afastou ao menos seis pessoas que faziam parte da cúpula de Guimarães: chefe de gabinete do antigo presidente e cinco consultores estratégicos.

Segundo a nova presidente, em entrevista à Globo News nesta segunda-feira, 4, o número de pessoas afastadas deve chegar a 20 e que a decisão sobre os afastamentos serão para que a gestora imponha seu ritmo e modelo de trabalho, tirando cargos de confiança da antiga gestão.

“Quando se chega a um cargo dessa natureza, é preciso compor a própria equipe. São 20 consultores. Provavelmente, vou afastar os 20. Quero criar um núcleo de trabalho do meu jeito: descentralizado e temático”, afirmou.

Além dos colaboradores que Daniella Marques disse ter afastado, na última sexta-feira, 1º, o Conselho de Administração do banco acatou o pedido de demissão do vice-presidente de Negócios de Atacado, Celso Leonardo Barbosa, e o vice-presidente de logística, Antônio Carlos, também entregou carta de renúncia.

Na última quarta-feira, 30, o Conselho de Administração da Caixa aprovou a realização de uma auditoria externa para apurar as denúncias de assédio sexual contra Pedro Guimarães e localizar outros membros da cúpula que encobriram o caso.

Publicações relacionadas