Ambulantes seguem sem credenciamento e fecham rua na Semop | A TARDE
Atarde > Carnaval > Carnaval 2023

Ambulantes seguem sem credenciamento e fecham rua na Semop

Cadastramento virtual foi adiado três vezes nesta quarta-feira

Publicado quarta-feira, 08 de fevereiro de 2023 às 16:53 h | Atualizado em 08/02/2023, 19:59 | Autor: Matheus Calmon
Trabalhadores se revoltaram e voltaram a protestar na sede do órgão
Trabalhadores se revoltaram e voltaram a protestar na sede do órgão -

Depois de mais uma promessa de liberação do site de cadastro, ambulantes interessados em trabalhar no Carnaval de Salvador voltaram a bloquear o trânsito na rua em frente à sede da Secretaria de Ordem Pública, localizada no Jardim Santo Inácio, na tarde desta quarta-feira, 8.

>>> Ainda sem credenciamento, ambulantes denunciam agressões

Segundo a prefeitura, o cadastramento virtual estava previsto para começar às 10h. No entanto, muita gente não conseguiu acessar o site e foi prometido que às 12h o sistema seria liberado. O mesmo aconteceu às 14h e às 16h, conforme apurado pela reportagem de Portal A TARDE no local.

Com a continuidade da instabilidade do site, trabalhadores se revoltaram e voltaram a protestar na sede do órgão. A situação piorou quando vários veículos deixaram o local sem explicar qualquer situação.

Cadastramento virtual estava previsto para começar às 10h
Cadastramento virtual estava previsto para começar às 10h |  Foto: Matheus Calmon | Ag. A TARDE
  

Momentos depois, um funcionário da Secretaria informou que não seria possível atender ao pedido de realizar o cadastramento na própria sede por falta de estrutura. Ele também informou que a orientação para que o credenciamento ocorresse de maneira virtual partiu do Ministério Público (MP-BA), e que a prefeitura estaria apenas disponibilizando os pontos de acesso. 

Os trabalhadores, então, se revoltaram e chegaram a bloquear a rua por alguns minutos, até a chegada de policiais militares. "Polícia é pra ladrão", bradavam os trabalhadores.

Representantes da Defensoria Pública do Estado chegaram ao local e afirmaram que tentariam entrar na sede para conversar com o secretário e resolver a situação. Em meio a confusão, um policial militar chegou a sugerir que a manifestação dos trabalhadores fosse realizada no sábado, 11, dia do ‘Fuzuê’ para impedir a festa pré-carnaval e chamar a atenção da população sobre a situação.

Vídeos

 

  

 

  

Publicações relacionadas

MAIS LIDAS