Ju Moraes defende o samba como protagonista do Carnaval de Salvador | A TARDE
Atarde > Carnaval

Ju Moraes defende o samba como protagonista do Carnaval de Salvador

Cantora vai estar à frente do camarote 2222, da família Gil

Publicado terça-feira, 06 de fevereiro de 2024 às 19:34 h | Autor: Bernardo Rego e Bianca Carneiro
Cantora Ju Moraes participou da primeira edição do The Voice Brasil
Cantora Ju Moraes participou da primeira edição do The Voice Brasil -

A cantora baiana Ju Moraes, uma das vozes conhecidas no mundo do samba, revelada ao público brasileiro após participar da primeira temporada do The Voice Brasil, falou sobre o carnaval de Salvador e defendeu a presença de mais bandas de samba e relacionadas ao trio elétrico. Neste ano, Ju estará à frente do palco no camarote Expresso 2222, da família Gil, que terá como anfitriã Preta Gil.

Ao ser questionada pelo Portal A TARDE, Moraes disse que festa é bem democrática, mas que o samba, muitas vezes, é subjugado. "O nosso carnaval é muito democrático, mas ao mesmo tempo a gente entende que os sambas às vezes vai subjugado, como um gênero menor ou um gênero que não é do Carnaval. E muito pelo contrário, o Carnaval nasce nesse intuito. O samba é pai e mãe da música brasileira, então a gente está aqui para defender o samba e também para defender a música baiana que é muito importante", pontuou.

Ela também comentou a respeito do aumento de blocos de samba e afros e destacou o Ouro Negro como uma porta de entrada. "O ouro negro faz um trabalho completamente necessário porque sem o incentivo de órgão público, incentivo de grana, a gente não consegue estar no Carnaval. E é uma ilusão achar que se faz Carnaval sem dinheiro. É uma ilusão. Todos os profissionais que precisam trabalhar os profissionais de backstage, então é uma luta diária, é muita coisa ainda para melhorar, mas eu acho que a gente tem um caminho assim e eu espero que no próximo Carnaval a gente tenha ainda mais blocos de samba, que a gente possa voltar ao trio elétrico ou mandar grandes pipocas, inclusive não só no circuito do Campo Grande, que é importante, que é maravilhoso, mas que a Juventude está no circuito Barra - Ondina e nós somos um grupo de Jovens Mulheres e que queremos falar para o nosso público de 30 anos de 25 para cima e que às vezes não quer ir pro Campo Grande", salientou.

Publicações relacionadas