Música, mercado e tecnologia em debate | A TARDE
Atarde > Colunistas > Tempo Presente

Música, mercado e tecnologia em debate

Confira a coluna Tempo Presente

Publicado sexta-feira, 01 de março de 2024 às 05:20 h | Autor: Tempo Presente
Imagem ilustrativa da imagem Música, mercado e  tecnologia em debate
-

O mês de março começa com uma boa notícia para quem pensa em unir os campos distintos da música, do mercado e da tecnologia, ora complementares, ora antagônicos.

A Caixa Cultural Salvador anunciou para o período entre os dias 14 e 17 a primeira Semana de Música de Salvador com o objetivo de unir as três atividades, com ganho qualitativo para todas elas e quem as pratica.

A ideia é fixar, na Bahia, um ciclo anual de debates sobre a indústria da música e de ações voltadas para o aperfeiçoamento de carreiras de artistas, utilizando à plena carga o gerenciamento de negócios e as novas tecnologias.

O encontro já tem programação definida, tomando como critério para escolha dos temas aspectos da atualidade, evitando assim abstrações fora do contexto vivenciado pelas candidatas e candidatos a uma carreira bem-sucedida.

- Pretendemos contribuir para o fortalecimento da indústria da música e do mercado brasileiro, além de ser um ambiente para novos negócios e parcerias, como incremento da rede de contatos dos diversos profissionais que atuam no setor proporcionando oportunidades”, ressalta a idealizadora e gestora do projeto, Soraia Oliveira.

Já está confirmada a presença de Mariana Mattoso, Elisa Eisenlohr, Lorena Calábria, Maria Fortuna, Dandara Ferreira - diretora do documentário 'O Nome Dela É Gal' e Natália Dias do filme: 'Belchior- Apenas um Coração Selvagem’.

Assuntos como marketing digital, direitos autorais, inteligência artificial e planejamento de carreira artística são alguns dos temas a serem abordados na inédita iniciativa.

“Pedindo comida, mais de 100 palestinos foram assassinados por Netanyahu. Isso se chama genocídio, e também nos lembra do Holocausto, embora os poderes mundiais não gostem de reconhecer”

gustavo petro,presidente da Colômbia, sobre a morte de mais de 100 palestinos famintos na Faixa de Gaza

Tecnologia e cro-magnon

Escavar um túnel do tempo para unir as artes rupestres de nossos antepassados às ferramentas contemporâneas da robótica é o desafio do Festival Sesi de Educação. O tema, inusitado e convidativo, motivou sete times baianos, totalizando 65 integrantes, classificados para a fase final a ser realizada amanhã, em Brasília. Além da motivação inerente à proposta do projeto, há um outro atrativo especial porque as melhores equipes do Brasil vão disputar a etapa mundial em Houston, nos Estados Unidos. Um dos times baianos classificados é o Robolife, formado por estudantes da Escola Sesi da Candeias, criadores do Futlife.

Publicações relacionadas