Filho de Gal Costa reconheceu viúva como segunda mãe; entenda | A TARDE
Atarde > Cultura > Música

Filho de Gal Costa reconheceu viúva como segunda mãe; entenda

Viúva e filho da artista protagonizam briga judicial pela herança na cantora

Publicado terça-feira, 02 de abril de 2024 às 09:52 h | Autor: Da Redação
Filho de Gal Costa afirmou, em entrevista concedida ao Fantástico, no último domingo, 31, ter sido coagido pela viúva
Filho de Gal Costa afirmou, em entrevista concedida ao Fantástico, no último domingo, 31, ter sido coagido pela viúva -

Em audiência realizada em março de 2023 na Justiça de São Paulo, o filho de Gal Costa, Gabriel Costa Penna Burgos, de 18 anos, reconheceu Wilma Petrillo, a viúva da cantora, como sua segunda mãe.

>>> Filho de Gal Costa dispara sobre viúva: “mentirosa e víbora”

>>> “Difícil ser mais bonita que os outros”, diz viúva de Gal Costa

Burgos, que à época tinha 17 anos, afirma, em vídeo obtido pelo jornal Folha de S. Paulo, que Gal e Petrillo escolheram ele, juntas, no lar de adoção onde morava. “Para mim, [Wilma] era a minha segunda mãe”, disse Burgos, que afirmou que que tratava ela como tratava Gal, a qual ele se refere como “mãe”.

A assessoria de imprensa de Burgos lamentou, em nota, o “o uso de questões pessoais para sustentar uma narrativa que não condiz com a realidade dos fatos nem tem relevância para o caso em pauta”.

Na audiência em que o vídeo foi gravado, Burgos respondia ao pedido da viúva para ficar com a sua guarda, o que foi concedido a ela. Além disso, na mesma ocasião, o rapaz se pronunciou sobre o pedido de Petrillo para obter, na Justiça, o reconhecimento da união estável que mantinha com a artista. Um documento foi assinado por Burgos, confirmando a relação.

O rapaz afirmou sempre ter morado na mesma casa com Gal e Petrillo. Entretanto, menos de um ano depois, o jovem mudou de ideia e, em janeiro, contratou advogadas com o objetivo de anular o documento que assinou. Ele questiona a fração reivindicada por Petrillo, da herança deixada pela artista.

Burgos afirmou, em entrevista concedida ao Fantástico, no último domingo, 31, ter sido coagido pela viúva a assinar o documento. A ex-empresária nega qualquer coação e afirmou que a mudança de comportamento do filho de Gal se deve ao relacionamento que ele tem com uma mulher 30 anos mais velha.

Publicações relacionadas