Menu
Pesquisa
Pesquisa
Busca interna do iBahia
HOME > CULTURA
Ouvir Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no Facebook Compartilhar no X Compartilhar no Email
25/05/2024 às 9:24 • Atualizada em 25/05/2024 às 10:29 - há XX semanas | Autor: Edvaldo Sales

Star Wars, Power Rangers e mais: conheça fã-clubes nerds de Salvador

No Dia do Orgulho Nerd, Portal A TARDE listou grupos que acompanham grandes sucessos da cultura pop

Paulo Márcio é o presidente do Conselho Jedi Bahia
Paulo Márcio é o presidente do Conselho Jedi Bahia -

Para quem é apaixonado por cultura pop, todo dia é dia de demonstrar o amor por sua obra favorita. Mas, para ficar registrado no calendário, 25 de maio, que é popularmente tido como o Dia do Orgulho Nerd, foi a data escolhida para os fãs celebrarem esse amor. Hoje é comemorado o legado do escritor Douglas Adams, autor de “O Guia do Mochileiro das Galáxias", e o início da jornada de Luke Skywalker em uma galáxia muito, muito distante lá de “Star Wars: Uma Nova Esperança”.

>>> Salvador recebe evento especial do Dia do Orgulho Nerd

E nerd é o que não falta em Salvador, lar de fã-clubes dedicados a homenagear diversas obras da cultura pop. Um dos mais conhecidos é o Conselho Jedi Bahia, sobre “Star Wars”, fundado em 18 de dezembro de 2010, e presidido pelo designer Paulo Márcio.

“Minha relação com Star Wars começou muito cedo, quando eu era pequeno e via na televisão trechos dos filmes que me davam muito medo. Aquela cena onde logo no início do primeiro filme, ‘A Nova Esperança’, quando Darth Vader entra na nave com os seus soldados, eu tinha muito medo, mas também tinha muita curiosidade e, por isso, comecei a assistir. Há muito tempo tenho essa paixão por Star Wars”, conta.

Paulo entrou para o fã-clube da saga no final de 2011 e assumiu a presidência durante a pandemia. Desde então, ele está à frente do Conselho Jedi Bahia, tentando reabilitar os eventos e a retomada da normalidade de dois anos para cá. O designer também já participou do Conselho Jedi São Paulo quando morou na capital paulista. “É muito orgulho, porque a gente faz muitos trabalhos bacanas, se diverte muito, conhece muita gente e faz amizade. Nossos trabalhos, principalmente aqueles que têm o caráter social, dão muita alegria e orgulho de participar desse grupo, que é tão importante para a gente”.

Eu costumo dizer, quando me perguntam, que eu não gosto de Star Wars, eu vivo Star Wars. E é uma parte importantíssima da minha vida, sem a qual eu não me vejo vivendo. Uma das grandes prioridades do meu dia a dia é consumir Star Wars.

Paulo Márcio - presidente do Conselho Jedi Bahia
Paulo entrou para o fã-clube da saga no final de 2011
Paulo entrou para o fã-clube da saga no final de 2011 | Foto: Uendel Galter | Ag. A Tarde

Outra obra que tem uma legião de fãs até hoje é “Power Rangers”. A jornalista Ana Luiza Bélico, de 33 anos, é apaixonada pelas histórias dos heróis coloridos e transformou essa paixão em trabalho. Ela faz parte do Mega Power Brasil e tem um site, canal no YouTube e podcast voltados exclusivamente ao tema.

Bélico conta que a sua relação com a série teve início também na infância quando ela assistiu pela primeira vez na extinta TV Colosso. “Em 2012, entrei para o site Toku Bahia, que se tornou o Mega Hero logo depois, para escrever sobre cosplay. Foi esse movimento que me fez ir atrás da minha segunda formação, jornalismo. No ano seguinte, ‘Power Rangers’ completava 20 anos e fizemos um blog temporário de comemoração: o Mega Power Brasil, que deveria existir por apenas um ano, mas o projeto cresceu e hoje é nosso principal trabalho. De um blog virou site, canal, podcast e hoje estamos envolvidos com até mesmo as publicações dos quadrinhos de Power Rangers no Brasil”, disse.

Ana Luiza Bélico, de 33 anos, é apaixonada pelas histórias dos heróis coloridos
Ana Luiza Bélico, de 33 anos, é apaixonada pelas histórias dos heróis coloridos | Foto: Arquivo Pessoal

Power Rangers tem um lugar muito especial na minha vida, primeiramente, porque me mostrou lá na infância que as meninas também podiam ser super-heroínas, assim como os meninos, que trabalhar em equipe salvava o mundo e que ser do bem era legal. Anos para frente, conheci o Raphael Maiffre, afastado da franquia. Ele me reaproximou e fundamos o Mega Power juntos e começamos um relacionamento. Então, minha vida inteira se entrelaça com os Rangers.

Ana Luiza Bélico - jornalista

Quem também teve a sua infância e adolescência transformada pela "nerdice" foi o cineasta e produtor de animação gráfica, Marcelo Vitz, de 36 anos. Ele é fã de “Harry Potter” e leu o primeiro volume da saga no final dos anos 2000.

“Quando soube que ela seria adaptada ao cinema, fiz questão de comprar os demais livros da coleção à medida que eram lançados e ir em todas as pré-estreias dos filmes. Foi em uma dessas prés, que conheci alguns membros do até então fã-clube Harry Potter Salvador e, a partir de 2011, comecei a acompanhá-los em alguns encontros e eventos. Em 2016, para coroar a chegada da franquia derivada ‘Animais Fantásticos’, criamos o MagicZoo”, explicou ele, que é coordenador do fã-clube de Harry Potter.

Marcelo Vitz, de 36 anos, é fã de “Harry Potter”
Marcelo Vitz, de 36 anos, é fã de “Harry Potter” | Foto: Arquivo Pessoal

Já Patrick Queiros, 29, é líder da Toca-Ba, fã-clube de J.R.R Tolkien, fundado em 2001. Ele também detalhou como começou a sua relação afetiva com as obras do autor e filólogo britânico, que é considerado um dos escritores mais importantes de todos os tempos, sendo famoso, sobretudo, pelo universo de "O Senhor dos Anéis".

“Se deu a partir de um livro chamado ‘O Silmarillion’. Ele começa com o ‘Ainulindalë’, o mito da criação do Universo, posteriormente, narra a criação dos elfos, homens e anões, bem como o êxodo dos elfos, bem como toda a mudança das gerações e geográfica naquele universo. Eu me apaixonei pela construção do universo, bem como pela interligação de fatos entre seus vários livros”, disse Patrick, que também é psicólogo.

Patrick Queiros é o líder da Toca-Ba, fã-clube de J.R.R Tolkien
Patrick Queiros é o líder da Toca-Ba, fã-clube de J.R.R Tolkien | Foto: Arquivo Pessoal

Impacto na cultura pop

Muitos filmes, séries, livros e quadrinhos tiveram grandes contribuições para tornar a cultura pop cada vez mais robusta e interessante. “Star Wars” teve um papel fundamental nesse cenário. Ao longo de mais de 40 anos, a franquia se expandiu em mais de 10 filmes e séries e segue crescendo, sempre anunciando novas obras.

“O primeiro filme foi lançado em 1977, quando não tinha nenhuma grande obra de ficção científica em termos mundiais. Existia ‘Flash Gordon’, ‘Star Trek’, mas não havia um apelo global. Star Wars veio como uma aposta muito grande. Ninguém sabia o que ia realmente acontecer e foi um tremendo sucesso. E isso abriu a porta para muita coisa. Star Wars também é um grande case de sucesso de vendas de colecionáveis e também abriu portas para muitos filmes de ficção científica”, pontuou Paulo Márcio.

Para Ana Luiza Bélico, “Power Rangers” também foi importante nessa questão. “Foi um fenômeno no seu lançamento, a cultura pop nunca mais foi a mesma. A Saban inovou, trazendo o tokusatsu para o ocidente com a regravação com atores americanos. Para quem não sabe, Power Rangers é uma adaptação da série japonesa 'Super Sentai', do gênero tokusatsu, filmes ou séries de efeitos especiais. Power Rangers é uma série de ação com atores reais para crianças, que inovou, trouxe os conceitos de equipe colorida, inspirando muitas obras, e despertando no ocidente essa estética de monstro e robô gigante, poses e explosões e, é claro, a hora de morfar!”.

Ainda nesse tópico, não tem como não mencionar, é claro, a revolução pela qual “O Senhor dos Anéis”, tanto os livros quanto os filmes, foi responsável. A fantasia tomou outros rumos - muito mais frutíferos - após a obra de Tolkien ganhar o mundo com seus cenários deslumbrantes, personagens cativantes, um universo rico em detalhes e lições sobre amizade e ajudar o próximo.

Coleção de livros do universo criado por  J.R.R Tolkien
Coleção de livros do universo criado por J.R.R Tolkien | Foto: Arquivo Pessoal

“O impacto da obra na vivência das pessoas é o mais diverso possível. Tem os fãs apaixonados que criam fã-clube e realizam eventos, existem aqueles que decidem fazer seu TCC da faculdade sobre a Terra-Média, aqueles que se inspiram ao ponto de estudar inglês para ler os livros no idioma original e até aqueles que viraram tradutores como a Cristina Casagrande e o Ronald Kyrmse”, destacou Patrick Queiros.

Também no universo da fantasia, “Harry Potter” carrega um grande legado. “Na cultura pop, é certo que muitas outras obras foram alavancadas com as escadas que Harry Potter construiu. Por mais que já existissem muitos outros universos fantásticos criados, a saga do bruxo teve um impulso muito potente desde o seu lançamento, até a sua conclusão”, afirmou Marcelo Vitz.

Salvador nerd

Fandom é uma aglutinação das palavras em inglês fan (fã) e kingdom (reino). Podendo ser traduzido então como o Reino dos Fãs. Basicamente, os fandoms são grupos - que podem se restringir às redes sociais e/ou serem estruturados com regras, valores e criação de eventos - compostos por fãs que compartilham do mesmo interesse, que pode ser um autor, livro, filme, banda, entre outros.

Repleta de fandoms como esses que já foram citados, Salvador tem uma cena nerd forte, mas talvez não tão conhecida. “Esses fandoms existem pelo mundo inteiro. Aqui no Brasil, os Conselhos Jedi, que existem desde 1999 com a criação do Conselho Jedi São Paulo e do Rio de Janeiro, são fã-clubes que promovem eventos sociais e voltados para filmes e lançamentos de produtos. É também uma grande maneira de conhecer gente nova e criar laços”, disse o presidente do Conselho Jedi Bahia.

Star Wars também proporciona isso para a gente, mas existem outros tipos de grupos independentes que fazem aparição em eventos e desfiles. São grupos de pessoas fantasiadas, como o 501, Rebel Legion, grupos de Mandalorianos e cada um tem o seu nome e tem em diversas cidades do Brasil. Nas principais capitais tem um Conselho Jedi. A gente interage junto, trocamos ideias e ajudamos uns aos outros sempre.

Paulo Márcio - presidente do Conselho Jedi Bahia
Paulo Márcio já fez parte do Conselho Jedi de São Paulo
Paulo Márcio já fez parte do Conselho Jedi de São Paulo | Foto: Uendel Galter | Ag. A Tarde

Para Vitz, “não existe nada mais agradável do que estar em um grupo que fala a mesma língua que a sua”. Ele contou ao Portal A TARDE que, desde que começou a coordenar o MagicZoo, escutou de inúmeros membros que eles encontravam ali "diversão, socialização e até mesmo refúgio”.

“Muitos chegaram a relatar que tinham vidas infelizes fora dali e que viam na gente a possibilidade de crescer, de fazer amizades e de ser resilientes diante das adversidades. Assim, notamos o tamanho da responsabilidade que tínhamos em mãos e tentamos, cada vez mais, proporcionar momentos de reflexão, descontração e companheirismo”, disse.

Marcelo Vitz destaca a descontração e o companheirismo nos fandoms
Marcelo Vitz destaca a descontração e o companheirismo nos fandoms | Foto: Arquivo Pessoal

Já de acordo com Patrick Queiros, do ponto de vista de relevância para a sociedade, os fã-clubes são bons ambientes para a criação de campanhas. "Como as que a Toca-BA conduziu de doação de sangue em 2020, plantação de árvores em 2023 e doação de livros em 2024, além de um local para desenvolver atividades culturais gratuitas à população como: oficinas de arte, dança, e até exercício físico, como o treino de esgrima histórica que fizemos em 2022”.

Os fã-clubes são um ótimo local de acolhimento para aqueles iniciantes que querem saber por onde começar a ler ou assistir, que adoram debates e para os que buscam experiências imersivas. Eu diria que existe lugar para todos.

Patrick Queiros - líder da Toca-Ba

Diferente do Conselho Jedi Bahia, do MagicZoo e da Toca-BA, Mega Power Brasil não é um fã-clube, mas sim um site especializado. Ainda assim, ele tem unido admiradores de “Power Rangers” em vários lugares.

“O Mega Power Brasil nasceu de um vácuo no fandom de Power Rangers na época. Não era nossa intenção criar algo assim, nós nem imaginávamos que um blog temporário iria se tornar algo maior. Mas ali existia uma necessidade a ser suprida, a necessidade do fã de ‘Power Rangers’ se informar sobre as séries, se conectar com outros fãs, teorizar sobre muitos anos de cânone e franquia e, o mais importante, se reconectar com a marca e o sentimento bom que ela trouxe para a vida de muitos”, esclareceu Ana Luiza Bélico.

Ana Luiza Bélico é jornalista e integrante do Mega Power Brasil
Ana Luiza Bélico é jornalista e integrante do Mega Power Brasil | Foto: Arquivo Pessoal

Power Rangers tem um poder de conquistar as pessoas, mesmo os não fãs. Tem algo sobre aproximar pessoas para se divertirem, não levarem tudo tão a sério, a torcer por heróis cheios de moral lutando em situações absurdas. Muita gente se choca quando revelamos que esse é nosso trabalho, desperta ou uma viagem nostálgica ou um constrangimento, pois muitos adultos não se permitem se divertir e nem gostar de ‘produções infantis’.

Ana Luiza Bélico - jornalista

Orgulho em ser nerd

Em 2001, duas semanas após a morte do autor de “O Guia do Mochileiro das Galáxias”, os fãs de Douglas Adams decidiram fazer uma divertida homenagem. Enaltecendo um dos elementos mais icônicos da chamada trilogia de cinco livros, eles batizaram o 25 de maio como o "Dia da Toalha". Desde então, anualmente os fãs saem de suas casas exibindo uma toalha, item que se provou essencial para escapar das mais variadas situações na série de ficção científica.

Anos antes, em 1977, estreava, no mesmo dia, nos cinemas, a aventura espacial de George Lucas, que acompanhava a jornada de um jovem sonhador até se tornar um grande Jedi. Com a ajuda de uma princesa, um caçador de recompensas, droides com personalidades únicas e um Wookie, ele descobriria mais sobre sua própria origem e derrotaria o temido regime autoritário do Império.

Com isso, o 25 de maio é dia de celebração para os fãs de cultura pop, mas o mês é ainda mais especial para quem é um admirador da saga criada por George Lucas.

“Maio se tornou, de alguns anos para cá, um mês muito importante para ‘Star Wars’ por dois motivos. Primeiro tem o 4 de maio que tornou-se o dia internacional de ‘Star Wars’. Foi criado por fãs e abraçado pela franquia por uma brincadeira com a fonética do ‘May the 4th be with you’, que é ‘a força esteja com você’ em inglês, que parece ‘May the 4th’, que é quarto dia de maio. Então May the 4th virou o dia internacional de ‘Star Wars’. E nesse mesmo mês, no dia 25 de maio de 1977, foi a estreia do primeiro ‘Star Wars’, que também integra esse 25 de maio que é o Dia do Orgulho Nerd. Então é um mês muito importante para fazer eventos e para celebrar a paixão por ‘Star Wars’ e todos os outros fandoms que envolvem a nossa cultura pop”, explica Paulo Márcio.

Já Bélico enfatizou que o Dia do Orgulho Nerd nasceu em contexto bem diferente do de hoje: “Há uns anos não era legal e nem moda ser nerd, o termo era pejorativo, os nerds eram alvo de bullying e todo um estereótipo foi criado em cima deste grupo. A data aparece como uma forma de comemorar esse orgulho de ter a coragem de gostar do que quiser, desenhos, jogos, séries, filmes, quadrinhos, ou apenas um interesse muito forte em alguma coisa. Sabe tudo sobre carros? Sinto informar, mas você é um nerd de carros”.

Hoje é muito mais tranquilo ser taxado como nerd. A própria indústria visualiza o segmento como lucrativo, é só olhar a quantidade de produtos disponíveis e acessíveis, além de grandes manifestações como peças exclusivas para colecionadores, 10 anos de cinema da Marvel, dentre outros, chegando até em grandes eventos como a CCXP. Estamos vivendo os tempos em que é legal ser nerd e, sinceramente, estamos aproveitando muito. É mostrar que você pode ser quem você quiser, gostar do que você quiser e ser feliz. Você não deixa de ser adulto porque gosta de ‘Star Wars’, ‘Senhor dos Anéis’ e ‘Power Rangers’.

Ana Luiza Bélico - jornalista

O líder da Toca-Ba compartilha da mesma visão. Ele acredita que, para os fãs das obras consideradas “nerd”, o dia 25 de maio representa uma data especial para fortalecer o sentimento de pertencimento.

“Desde que a expressão nerd surgiu em filmes estadunidenses de comédia, o termo foi absorvido no vocabulário popular e entendido como indivíduos com características específicas que fugiam ao padrão estabelecido pela norma social. Porém, há alguns anos, observo que o nerd se tornou o novo ‘cool’, se tornando um público consumidor engajado, alvo para muitas empresas que perceberam o potencial de colecionismo por parte dessas pessoas”, pontuou.

Os nerds, felizmente, possuem seu lugar ao sol. Hoje nós lotamos eventos, estádios, praças e centros de entretenimento. O dia 25 de Maio fortalece a nossa bandeira, mostrando o quão somos diversos dentro da nossa própria bolha, e que ainda assim, falamos a mesma língua. Gamers, colecionadores, desenhistas, escritores, figurinistas, cosplayers, produtores de conteúdo, youtubers, otakus, dançarinos e cantores, todos unidos. É cultural, é artístico, é um produto pronto. É um mundo do qual não sei como seria não fazer parte dele.

Marcelo Vitz - coordenador do MagicZoo

Onde encontrar os fãs-clubes nerds em Salvador:

Conselho Jedi Bahia

Promove encontros e eventos, incluindo um bloquinho de pré-carnaval

Instagram: @conselhojediba

Twitter: @ConselhoJediBA

YouTube: Conselho Jedi Bahia

Mega Power Brasil

Além do site, também organiza encontros e ações sociais.

Redes Sociais: @megapowerbrasil

Para acessar o site clique aqui.

MagicZoo

Instagram: @hpsalvadormagiczoo

Para se tornar um membro do fã-clube, basta comparecer a pelo menos um dos eventos, assinar a lista de presença e informar a rede social.

Toca-BA

Realiza encontros e ações sociais.

Instagram: toca_ba

Assuntos relacionados

25 de maio Ana Luiza Bélico Conselho Jedi Bahia cultura pop Dia do Orgulho Nerd fandoms fãs Harry Potter J.R.R Tolkien MagicZoo Marcelo Vitz Mega Power Brasil Patrick Queiros Paulo Márcio Power Rangers Star Wars Toca-Ba

Compartilhe essa notícia com seus amigos

Compartilhar no Email Compartilhar no X Compartilhar no Facebook Compartilhar no Whatsapp

Tags:

25 de maio Ana Luiza Bélico Conselho Jedi Bahia cultura pop Dia do Orgulho Nerd fandoms fãs Harry Potter J.R.R Tolkien MagicZoo Marcelo Vitz Mega Power Brasil Patrick Queiros Paulo Márcio Power Rangers Star Wars Toca-Ba

Repórter cidadão

Contribua para o portal com vídeos, áudios e textos sobre o que está acontecendo em seu bairro

ACESSAR

Assuntos relacionados

25 de maio Ana Luiza Bélico Conselho Jedi Bahia cultura pop Dia do Orgulho Nerd fandoms fãs Harry Potter J.R.R Tolkien MagicZoo Marcelo Vitz Mega Power Brasil Patrick Queiros Paulo Márcio Power Rangers Star Wars Toca-Ba

Publicações Relacionadas

A tarde play
Paulo Márcio é o presidente do Conselho Jedi Bahia
Play

Jorge Vercillo recebe título de cidadão soteropolitano de Ivete

Paulo Márcio é o presidente do Conselho Jedi Bahia
Play

Movimento cultural que chicoteia pessoas divide opiniões na web; vídeo

Paulo Márcio é o presidente do Conselho Jedi Bahia
Play

É hoje! Conheça as 15 finalistas à Deusa do Ébano

Paulo Márcio é o presidente do Conselho Jedi Bahia
Play

Estudantes aprendem a arte do grafite durante Conferência de Cultura

x

Assine nossa newsletter e receba conteúdos especiais sobre a Bahia

Selecione abaixo temas de sua preferência e receba notificações personalizadas

BAHIA BBB 2024 CULTURA ECONOMIA ENTRETENIMENTO ESPORTES MUNICÍPIOS MÚSICA POLÍTICA