Ceni culpa cansaço por derrota no Ba-Vi: "É vencer domingo" | A TARDE
Atarde > Esportes > E.C.Bahia

Ceni culpa cansaço por derrota no Ba-Vi: "É vencer domingo"

Rogério Ceni destacou falta de opções no meio de campo para justificar alterações

Publicado domingo, 31 de março de 2024 às 19:57 h | Atualizado em 01/04/2024, 12:54 | Autor: Da Redação
Rogério Ceni concedeu entrevista coletiva após derrota para o Vitória, por 3 a 2, neste domingo
Rogério Ceni concedeu entrevista coletiva após derrota para o Vitória, por 3 a 2, neste domingo -

O Bahia esteve muito próximo de conquistar o triunfo no primeiro duelo das finais do Campeonato Baiano de 2024. Após um primeiro tempo muito truncado, os comandados por Rogério Ceni iniciaram a etapa final à todo vapor, abrindo o placar antes do primeiro minuto  e ampliando logo na sequência. Entretanto, tudo foi por água abaixo, já que diante de sua torcida, o Vitória  não se intimidou e reverteu o placar, vencendo o terceiro duelo entre as equipes no ano por 3 a 2.

Depois de ver o Vitória virar o placar no último minuto do jogo, o treinador Rogério Ceni concedeu entrevista coletiva, em que falou sobre a falta de empenho para definir o resultado: "Faltou capricho para manter o controle do jogo. Quando o cansaço bate, a gente sofre mais do que o normal". 

Na sequência, o treinador, que estava abatido com a derrota, afirmou que o Bahia, mais do que nunca, vai precisar do apoio dos torcedores no próximo domingo, 7. "Nós vamos precisar muito da presença do torcedor no próximo jogo que será tão competitivo como foram esses três clássicos e a gente depende muito do fator mando de campo. Vai ser um jogo difícil e vamos fazer o nosso melhor, assim como fizemos no jogo de hoje, mas que no final, pelo cansaço e infelizmente as trocas ...alguma solução a gente tem que encontrar". 

Leia mais:

"Os gols não abalaram e a gente continuou vivo no jogo", afirma Condé

Ceni destacou que o time se perdeu dentro de campo e acabou tomando decisões equivocadas, que acabaram prejudicando o resultado do jogo: "Torcedor fica chateado pela derrota. Nós perdemos o controle do jogo e tomamos decisões erradas dentro de campo. A maioria dos gols foram em transições erradas de contra-ataque e não poderíamos porque tínhamos uma linha bem postada para isso. É sentar, assistir, rever e vencer domingo".

Ainda durante a coletiva, o treinador do Esquadrão falou a respeito da entrada de David Duarte, em meados da segunda etapa, para formar uma defesa com três zagueiros, ao lado de Kanu e Victor Cuesta. Ele justificou as substituições, criticadas pela torcida, por falta de opções no meio de campo. 

"Nós sabíamos que não daria para manter o estilo de jogo e treinamos essa opção com três zagueiros. O time não suporta jogar com os 4 meio campistas, que são o coração do time. Uma hora temos que fazer as trocas e nós imaginamos que poderíamos sair na frente do jogo e treinamos colocar um terceiro zagueiro. Infelizmente tomamos gols pelos lados". 

"Para manter temos que ter mais jogadores com o estilo de jogo do Everton, do Cauly, do Jean Lucas... ainda temos o Rezende, o Yago. Qualquer substituição que a gente faça nunca vai manter (o modelo de jogo)... Dificilmente vamos ter contratações", ressaltou Rogério sobre a necessidade de possuir jogadores de maior qualidade no elenco.

Ceni ainda se negou a falar sobre arbitragem: "Falei sobre a arbitragem no pré jogo, não vou falar agora no pós".

Publicações relacionadas