“Nosso pior momento no jogo foi o 11 contra 10”, diz Ceni após o Ba-Vi | A TARDE
Atarde > Esportes > E.C.Bahia

“Nosso pior momento no jogo foi o 11 contra 10”, diz Ceni após o Ba-Vi

Rogério Ceni concedeu entrevista coletiva após triunfo do Bahia contra o Vitória, pela Copa do Nordeste

Publicado quinta-feira, 21 de março de 2024 às 01:18 h | Atualizado em 21/03/2024, 07:53 | Autor: Téo Mazzoni
Rogério Ceni em coletiva após o final do jogo.
Rogério Ceni em coletiva após o final do jogo. -

No segundo clássico Ba-Vi do ano, o Esporte Clube Bahia levou a melhor, ao vencer o rival por 2 a 1, de virada, e garantir a classificação antecipada para a fase final da Copa do Nordeste, alcançando 15 pontos, faltando duas rodadas para o término da fase de grupos. 

Apesar de um gol sofrido logo no início do jogo e da falta de criatividade da equipe comandada por Rogério Ceni, o Esquadrão conseguiu furar a intensa marcação rubro-negra e construiu o resultado ainda no primeiro tempo, com gols marcados por Jean Lucas e Kanu. 

Após o final da partida, o treinador do Tricolor de Aço concedeu entrevista coletiva e foi questionado a respeito da falta de controle do jogo, fugindo um pouco das características apresentadas pela equipe até então na temporada, e o técnico foi de encontro ao questionamento: "O Bahia só perdeu o controle do jogo quando cansou um pouco no final. Nós tivemos sempre mais a posse, a construção, como nós gostamos de jogar".

“Nosso pior momento no jogo foi o 11 contra 10, quando a equipe já estava cansada”, afirmou o comandante do Esquadrão.

Em seguida, Ceni frisou que o time teve dificuldade de penetrar a defesa adversária e finalizar, mas que teve o controle da partida durante grande parte dos 90 minutos. 

Na sequência, o treinador foi perguntado sobre a fragilidade defensiva que a equipe tem apresentado no começo das partidas, tomando mais um gol no início do jogo: "O gol deles foi uma fatalidade. Uma bola longa, completamente controlada, mas que o Rezende escorrega, e aí é o imponderável. Por enquanto temos conseguido muitas viradas, mas tem jogos que vc paga muito caro por tomar o gol no começo do jogo".

Ao final da coletiva, Rogério Ceni fez um pedido para as finais do Campeonato Baiano, a respeito da arbitragem: "Eu acho que é importante que as finais sejam apitadas por árbitros de fora, para que ambos os lados sejam isentados. Nós poderíamos ficar mais tranquilos com árbitros de fora. Acho que ambos os clubes podiam solicitar isso, para que haja isenção e todo mundo possa ficar mais tranquilo"

Publicações relacionadas